Startup Airbnb é escolhida como uma das 50 empresas mais inovadoras do mundo

Por Redação | 14 de Fevereiro de 2014 às 17h18

Não há muito tempo que os amigos de faculdade Nathan Blecharczyk, Brian Chesky e Joe Gebbia estavam sem nenhum centavo para pagar o aluguel do apartamento onde moravam em São Francisco, Califórnia. Desesperados, os três resolveram alugar alguns espaços dentro do apartamento para acomodar alguns participantes de uma conferência que estava acontecendo na cidade. Para isso, em apenas uma noite, eles criaram um site e conseguiram alugar tudo – inclusive um colchão inflável que tinham.

Hoje, seis anos depois, aquele site deu origem ao Airbnb, uma das 50 empresas mais inovadoras do mundo segundo a revista norte-americana Fast Company. De acordo com a publicação especializada em inovação, liderança e design, a empresa só ficou atrás de grandes empresas de tecnologia, como Netflix, Google e Dropbox, figurando na sexta posição da lista.

Além do reconhecimento da publicação, o Airbnb ainda foi eleito o melhor serviço de consumo colaborativo pelo Crunchies Awards, um evento que premia as melhores startups, investidores e empreendedores de tecnologia.

O Airbnb surgiu em 2008 e de lá para cá conquistou o carinho de turistas comuns e famosos. O ator Ashton Kutcher, por exemplo, disse utilizar o serviço há anos e sempre encontra bons lugares para se hospedar. Dizem por aí que até o presidente norte-americano Barack Obama já utilizou o Airbnb para se hospedar no Havaí em uma de suas férias.

Atualmente o Airbnb vale mais de US$ 1 bilhão e conta com mais de 550 mil anúncios de acomodações espalhadas por mais de 190 países. A plataforma foi responsável por mais de 10 milhões de estadias somente no ano passado e, de acordo com uma fonte familiarizada com o negócio da empresa, triplicou sua receita para US$ 250 milhões.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.