Samsung pretende sair do mercado de desktops. Seria o fim do Chromebox?

Por Redação | 24 de Junho de 2013 às 21h05

A Samsung tem sido a única empresa a fabricar os Chromesboxes nos últimos dois anos, mas de acordo com o jornal Korea Times, a empresa pode fechar em breve as portas do seu negócio de desktops tradicionais.

De acordo com a notícia, a sul-coreana decidiu fechar seu negócio de PCs e se concentrar em tablets, all-in-ones e laptops híbridos. A empresa explica que "a demanda por PCs convencionais está diminuindo", e que gostaria de dedicar seus recursos em "dispositivos conectados e portáteis populares".

A Samsung diz ainda que suas equipes de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia estão sendo direcionadas para esses tipos de dispositivos, que são bem mais rentáveis. Atualmente, a companhia produz tanto o Chromebox quanto o Chromebook, mas se ela realmente abandonar o mercado de desktops, os computadores de mesa rodando Chrome OS devem deixar de existir em breve.

Por outro lado, o interesse da Samsung em notebooks híbridos e dispositivos com tela sensível ao toque pode significar um “upgrade” nos Chromebooks ainda este ano. Pode ser também que a sul-coreana esteja disposta a permanecer no mercado com o sistema operacional Chrome OS para manter um bom relacionamento com o Google.

O jornal coreano ressalta ainda que a Samsung vendeu 9,1 milhões de tablets em todo o mundo durante os três primeiros meses deste ano, graças ao aumento da demanda por tablets da linha Galaxy em mercado emergentes. E as metas da empresa para 2013 são ambiciosas: ela pretende vender 33 milhões de tablets ainda este ano.

Leia também: Conheça o Chromebox, o computador do Google

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.