Microsoft divulga resultados do último trimestre, impactados pela Nokia

Por Redação | 23 de Julho de 2014 às 12h02
photo_camera Divulgação

A Microsoft divulgou nesta terça-feira (22) os resultados financeiros do quarto trimestre e do ano fiscal de 2014, encerrados no último dia 30 de junho. De acordo com um comunicado oficial publicado pela companhia, a fabricante de software fechou seu último trimestre fiscal com lucro líquido de US$ 4,6 bilhões (US$ 0,55 por ação), uma queda de 7,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando a empresa alcançou um ganho de US$ 4,97 bilhões (US$ 0,59 por ação).

A receita da companhia cresceu 17,5% para US$ 23,38 bilhões nos últimos três meses, contra US$ 19,9 bi do registrado há um ano. No último trimestre, a margem bruta, o lucro operacional e o ganho por ação foram, respectivamente, de US$ 15,79 bilhões, US$ 6,48 bilhões e US$ 0,55.

A redução de 7,1% no ganho por ação da Microsoft é por causa da compra da finlandesa Nokia, em setembro do ano passado, e concluída em abril deste ano. Segundo a Microsoft, a unidade da Nokia teve um prejuízo de US$ 692 milhões no trimestre, quando foram vendidos 5,8 milhões de smartphones Lumia, fabricados pela finlandesa. No total, foram comercializados 30,3 milhões de aparelhos com o sistema operacional Windows Phone.

Na receita por segmento, o lucro com dispositivos e licenciamento para consumo somou US$ 4,7 bilhões, alta de 9% em relação ao quarto trimestre do ano fiscal de 2013, quando totalizou US$ 4,3 bilhões. A receita com hardware (PCs e consoles) cresceu 27% na mesma base de comparação, saltando de US$ 1,1 bilhão para US$ 1,4 bilhão. Já a receita com licenças comerciais somou US$ 11,2 bilhões e aumentou 5%, contra US$ 10,6 bilhões do mesmo período do ano anterior.

Apesar das perdas com o segmento de telefonia após a compra da Nokia, Satya Nadella, CEO da Microsoft, comemorou os resultados, em especial o crescimento das vendas em serviços na nuvem no trimestre. O departamento faturou sozinho US$ 4,4 bilhões, apresentando um aumento de 147%. "Estamos gerando crescimento com decisões disciplinadas, inovação e execução conscienciosa. Estou orgulhoso de que nosso movimento no mercado de nuvem está valendo a pena", comentou Nadella.

A Microsoft também informou um aumento de 40% nos ganhos com publicidade online e aumento de market-share em buscas nos Estados Unidos, para 19,2%. Em todo o ano fiscal, a Microsoft obteve lucro de US$ 22 bilhões, um crescimento de 0,9% comparado aos US$ 21,8 bilhões alcançados no ano fiscal anterior. Entre 1º de julho de 2013 e 30 de junho de 2014, a empresa teve uma receita de US$ 86,8 milhões, valor 11,5% maior do que nos 12 meses anteriores.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.