Fire Phone começa a cair nos rankings de venda da Amazon

Por Redação | 02 de Julho de 2014 às 14h57

Os efeitos tridimensionais e a chegada da Amazon no mercado de smartphones pode ter movimentado o mercado, mas não por muito tempo. Apenas duas semanas depois de seu anúncio oficial, no último dia 18 de junho, o Fire Phone parece estar pouco a pouco caindo no interesse dos consumidores. Pelo menos, é isso o que mostram os dados de pré-venda do dispositivo.

Inicialmente entre os dez produtos mais vendidos de toda a loja, o Fire Phone agora aparece apenas na 68ª colocação entre os produtos de tecnologia, e apenas em sua versão de 32 GB. O aparelho com 64 GB de armazenamento nem mesmo aparece entre os produtos mais vendidos da loja, mostrando uma queda no interesse antes mesmo de sua chegada às lojas, no próximo dia 25 de julho.

De acordo com a análise do Business Insider, não fica claro exatamente por que os consumidores estão perdendo interesse pelo produto, mas o site levanta dúvidas sobre a necessidade de um processo de pré-vendas. A compra antecipada pode até ser algo que funcione com filmes, álbuns musicais e games, mas dificilmente sobrevive quando o assunto são produtos de tecnologia.

Principalmente no caso de um novo player, como a Amazon, muitos consumidores, por mais que se mostrem interessados pela novidade, preferem não adquiri-la de forma antecipada. Sendo assim, a expectativa é que os números de venda aumentem quando o Fire Phone chegar às lojas e os usuários possam efetivamente pegá-lo na mão antes de escolher seu novo smartphone.

Além disso, o alto preço também é citado como um fator que pesa nesse sentido. O Fire Phone está sendo vendido por US$ 199 em um contrato de dois anos com a operadora americana AT&T, um valor equivalente ao do iPhone 5S ou Galaxy S5, aparelhos concorrentes mas que já estão consolidados no mercado.

Mesmo assim, quando se leva em conta apenas a categoria de celulares vendidos por contrato, o Fire Phone aparece na segunda colocação, atrás apenas do rival da Samsung. Ainda assim, é um nicho bastante específico que não pode ser levado em conta como amostra do sucesso do aparelho.

Para analistas ouvidos pelo Business Insider, pelo menos em sua primeira versão, o Fire Phone não deve ser tão bem sucedido quanto outros aparelhos da Amazon. O sucesso de tablets como o Kindle Paperwhite e até mesmo da Fire TV pode ter levado a empresa a pensar que teria o toque de Midas, mas isso parece não ser de todo verdade quando o assunto é o já saturado mercado de smartphones.

Resta saber, então, se as funcionalidades exclusivas como o efeito tridimensional e os aplicativos dedicados serão suficientes para fazer com que os usuários escolham o Fire Phone, recém-chegado, no lugar de outros celulares. E isso será sabido apenas quando o celular chegar às lojas. O lançamento acontece no final de julho, apenas nos Estados Unidos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.