Cisco anuncia investimento de US$ 1 bilhão em computação na nuvem

Por Redação | 27 de Março de 2014 às 09h45

A Cisco anunciou esta semana que também pretende focar no mercado de cloud computing. Seguindo a ideia de construir o que chama de "a internet de todas as coisas", a empresa quer criar a maior rede de nuvens - ou intercloud - do mundo. O investimento total deverá ser de US$ 1 bilhão (R$ 2,29 bilhões) ao longo de dois anos.

A Cisco Cloud Services, construída em cima da plataforma SAP HANA, deverá trabalhar com e através de seus parceiros, informou a empresa em um comunicado. Ela contará com a Infraestrutura Centrada em Aplicações (ACI) da Cisco para otimizar o desempenho de aplicativos e lançar novos serviços de maneira ágil.

"O momento é ideal para a Cisco e seus parceiros investirem em uma Intercloud global inovadora, centrada em aplicações, e permitirem maior alcance e rapidez ao mercado. Juntos, temos a capacidade de oferecer um mundo de muitas nuvens contínuas, no qual os nossos clientes têm a opção de ativar a nuvem mais adequada e altamente segura para cada trabalho, gerando benefícios estratégicos para inovação rápida e, acima de tudo, crescimento do negócio", disse Robert Lloyd, presidente de desenvolvimento e vendas da Cisco.

Internet de todas as coisas

Entre os principais projetos da Cisco no momento está a chamada "Internet de todas as coisas", que seria uma forma de integrar redes de pessoas, dados, processos e coisas. A Intercloud pretende ser um passo na direção dessa tecnologia, permitindo que seus usuários possam reunir e mover arquivos entre nuvens públicas e privadas. Todas as questões de segurança e agilidade estarão a cargo da Cisco. A empresa se compromete a utilizar toda a sua rede de data centers ao redor do mundo, bem como a de seus parceiros.

Entre as empresas que farão parte do projeto estão a Telstra, maior telecom da Austrália; a Allstream, fornecedora de comunicação canadense totalmente focada em empresas, entre outros. As marcas com presença no Brasil são a Ingram Micro, Logicalis Group, Microstrategy Inc. e Wipro Technologies.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!