Apple compra startup de serviço de localização indoor

Por Redação | 25.03.2013 às 18:07

A Apple ainda está tentando tapar os buracos deixados pelo fracasso do seu aplicativo de mapas, e uma das investidas da empresa consiste em aumentar a capacidade do iPhone para realizar localizações indoor. Segundo o Wall Street Journal, a Maçã pagou US$ 20 milhões na aquisição da startup 'WiFiSlam', instalada no Vale do Silício.

Já sabemos que a Apple é uma empresa reservada, e que gosta de fazer segredo sobre boa parte de seus negócios, portanto ainda não foi dessa vez que ela forneceu detalhes a respeito da aquisição. Um porta-voz da companhia disse ao jornal norte-americano que a Apple "compra empresas menores de tecnologia de tempos em tempos". Mas existem muitas razões pelas quais este pequeno investimento pode vir a ser um grande negócio em tempos de guerra de serviços baseados em localização.

O WiFiSlam utiliza sinais WiFi para determinar a localização de um usuário dentro de edifícios, e sua tecnologia é capaz de identificar com precisão um smartphone a até 2,5 metros de distância. "Estamos construindo a próxima geração de aplicativos móveis baseados em localização", diz a descrição do WiFiSlam na página de investimentos para startups AngelList.

O WiFiSlam pode ajudar a Apple a melhorar sua plataforma de publicidade, oferecendo uma melhor localização de ofertas, por exemplo. Além disso, pode ajudar a Maçã a tentar competir com o Google no quesito serviços de localização. Partindo do princípio que um dos fundadores do WiFiSlam é um ex-engenheiro de software do gigante das buscas, esse pode ser um bom passo.