SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Por que está tão quente no Brasil em pleno inverno?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 23 de Agosto de 2023 às 18h13

Link copiado!

Freepik
Freepik

Neste inverno, é altamente provável que você já tenha se perguntado sobre o porquê de estar tão quente. Além dos efeitos provocados pelas mudanças climáticas, uma onda de calor atípica se espalha por quase todo o país nesta semana. Inclusive, alguns estados podem registrar temperaturas acima dos 40 ºC, o que é incomum para o mês de agosto no Brasil.

Segundo informações da Climatempo, essa atual onda de calor é resultado de uma grande massa de ar quente e seco, que inibe as chuvas. Apesar das temperaturas elevadas, o estranho calor deve acabar no sábado (26), quando uma frente fria deve se estabelecer.

Picos de calor em pleno inverno no Brasil

Continua após a publicidade

Embora o país enfrente uma nova onda de calor esta semana, o mês de agosto como um todo pode entrar para a história meteorológica brasileira por suas temperaturas elevadas para o inverno.

Por exemplo, em Cuiabá, no Mato Grosso, os termômetros marcaram 40,4 °C no dia 10 — este é o atual recorde de calor para a região em 2023. Em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a temperatura chegou a 33,1 °C no dia 17 — isso é 12 °C acima da média normal para o mês, onde o “normal” é 21 °C.

Novos recordes de temperatura em agosto?

Continua após a publicidade

Até o final desta onda de calor prevista para ocorrer no final de semana, “teremos temperaturas no nível de 850 hPa [em torno de 1.500 metros de altitude] acima dos 27°C em uma ampla área do país, situação que é mais 'típica' entre setembro e outubro”, explica Vinícius Lucyrio, meteorologista da equipe de previsão climática da Climatempo, em nota.

“No nível superficial, isso se traduz em amplas áreas com temperaturas pouco acima dos 40°C no Tocantins, em Mato Grosso, no norte e oeste de Goiás”, detalha Lucyrio. “O norte e o leste de Mato Grosso do Sul e até mesmo em pontos do oeste e noroeste de São Paulo poderão ter temperaturas próximas ou até um pouco acima dos 40°C, e acredito que nunca tivemos registros assim em agosto”, completa.

Calor atípico em São Paulo durante o mês

Faltando menos de 10 dias para o final do mês, este agosto deve entrar para a história como um dos 10 agostos mais quentes já observados na cidade de São Paulo, desde 1961. Entre os dias 1 e 22, a média das máximas foi de 27 °C, o que é 2,5 °C acima da média climatológica (24,5 °C). Já a média da temperatura mínima foi de 15,7 °C, enquanto o padrão é de 13,3 °C.

Continua após a publicidade

No entanto, a frente fria prevista para os últimos dias do mês deve equilibrar essas médias de temperatura. Afinal, a previsão indica que os ventos de uma nova massa de ar polar chegarão com mais força a São Paulo no final de semana, o que vai se traduzir em frio para o último final de semana do mês, além de chuvas.

Fonte: Climatepo (1) e (2)