Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

ONU reúne 175 países para reduzir plástico no mar

Por| Editado por Luciana Zaramela | 22 de Abril de 2024 às 16h58

Link copiado!

Ron Lach/Pexels
Ron Lach/Pexels

Aproximadamente 170 trilhões de partículas plásticas estão poluindo o mar. Em meio a esse tipo de dado alarmante, 175 países se unem na próxima semana, no Canadá, para a quarta rodada de negociações do tratado mediado pela ONU. A ideia é aborda todo o ciclo de vida do plástico, incluindo a sua produção, concepção e eliminação.

A visão é otimista: a ONU acredita que é possível cortar poluição plástica em 80% até 2040. Mas para isso, é necessário uma grande mobilização por parte dos países. 

A reunião acontece do Comitê Intergovernamental de Negociação (INC) acontece em Ottawa de 23 a 29 de abril, mais precisamente. A ideia do tratado éredigir um acordo global e juridicamente vinculativo até o final de 2024.

Continua após a publicidade

A data não é a toa: as negociações começam imediatamente após o Dia da Terra, comemorado nesta segunda-feira (22) como forma de conscientizar a população sobre a situação do planeta.

A quinta rodada de negociações também já tem data marcada para acontecer: 25 de novembro a 1 de dezembro de 2024 em Busan, na Coreia do Sul.

O projeto começou com 2022, como forma de destacar a necessidade de uma maior colaboração internacional para facilitar o acesso à tecnologia, ao desenvolvimento de capacidades e à cooperação científica.

Já na época em que anunciou o projeto, a própria ONU reconheceu em comunicado oficial que este é o "acordo multilateral ambiental mais significativo desde o acordo de Paris", funcionando como uma "apólice de seguro para esta geração e para as futuras, para que possam viver com o plástico e não serem condenados por ele".

Na ocasião, a ONU também reconheceu a poluição plástica nos oceanos como uma "catástrofe em formação".

O tratado pretende determinar onde começa o ciclo de vida da produção de plástico e potencialmente limitar a produção primária de polímeros plásticos.

Outros objetivos do tratado incluem promover medidas cooperativas nacionais e internacionais de redução de plástico destinadas à poluição em ambientes marinhos e especificar relatórios nacionais, além de avaliar o progresso e a eficácia do acordo.

Continua após a publicidade

Poluição de plástico no mar

O alerta da ONU acompanha algumas projeções, como o impacto em mais de 800 espécies marinhas e costeiras por causa da ingestão ou do emaranhamento de plástico.

Outra estimativa é que cerca de 11 milhões de toneladas de resíduos plásticos vão parar nos oceanos por ano, e esse número pode triplicar até 2040.

Por isso a ONU faz um apelo para reduzir o volume de plásticos que entram no mar, reduzir a produção de plástico virgem e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa. 

Continua após a publicidade

Fonte: ONU