Publicidade

IA do Google prevê enchentes e inundações 7 dias antes

Por| 03 de Abril de 2024 às 18h55

Link copiado!

Kelly Sikkema/Unsplash
Kelly Sikkema/Unsplash

A cada ano, o planeta sofre com desastres naturais que resultam das mudanças climáticas e do aquecimento global. Diante de impactos tão devastadores, muitos países carecem de estrutura e tecnologia tanto para prever e evitar prejuízos quanto para consertar os estragos causados por inundações. Mas, de acordo com uma novidade do Google, uma grande ajuda da inteligência artificial (IA) chega para oferecer suporte a diversas regiões do globo, principalmente as mais vulneráveis.

Saiu na revista Nature uma nova pesquisa do Google Research que mostra o poder de sua IA para avaliar e prever desastres naturais como chuvas torrenciais, inundações, enchentes e alagamentos. A ideia é trazer alertas precisos sobre o tempo para os usuários em diversas plataformas da companha, como Google Maps, Google Search e notificações via Android.

A iniciativa faz parte do Flood Hub, um mapa interativo que mostra onde, no mundo, existem chances de acontecimentos climáticos intensos, que provoquem inundações. Apesar de a plataforma em si não ser grande novidade, já que foi lançada no ano passado, a previsão dos acontecimentos com tempo hábil de antecedência é. Além disso, é crucial para que precauções sejam tomadas nos locais mais críticos.

Continua após a publicidade

Como a IA ajuda a prever inundações

Para que a previsão do tempo seja feita com precisão, são necessários dados locais extensos e específicos, como aferições de vazão dos rios de determinada localidade. Em locais mais carentes ou mesmo em muitos países em desenvolvimento, não existem medidores que possam trazer tais informações de maneira confiável. 

É aí que entra a IA: ela usa modelos globais de aprendizado de máquina e cruza dados meteorológicos públicos e geográficos, como informações sobre bacias hidrográficas. Assim, o Google consegue prever enchentes e inundações até mesmo em áreas onde as medições dos rios não estão disponíveis, com até uma semana de antecedência e altíssima precisão.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Google Flood Hub

Graças à inteligência artificial, o alcance do Flood Hub cresceu muito desde que a plataforma foi lançada. Ao todo, são 80 países contemplados com a ferramenta, em diversas regiões do mundo, como América do Sul e Central, Europa, Ásia-Pacífico e África. E, de acordo com o Google, em locais remotos da África, por exemplo, as previsões do Flood Hub chegam ao nível de precisão das que ocorrem na Europa.

Com a iniciativa e o uso de IA, o Google pretende ir além, a fim de causar impacto positivo na vida de residentes de áreas sob risco de inundações, auxiliando governos, órgãos públicos e, claro, ajudando a salvar vidas ao emitir alertas de evacuação em locais de risco dias antes de o desastre acontecer.

Fonte: Nature, Google