SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Derretimento de geleiras da Groenlândia terá consequências "drásticas"

Por| Editado por Luciana Zaramela | 08 de Novembro de 2023 às 18h12

Link copiado!

Hannes Grobe/CC-BY-S.A-2.5
Hannes Grobe/CC-BY-S.A-2.5

Não é segredo que as geleiras da Groenlândia estão derretendo — dados indicam que esse fenômeno acentuado pelo aquecimento global ocorre há anos. No entanto, uma equipe internacional de cientistas, incluindo membros do Centre National de la Recherche Scientifique (CRNS), na França, estão surpresos com a descoberta de que áreas consideradas mais estáveis enfrentam o mesmo processo. Isso pode desencadear consequências “dramáticas” para o planeta, segundo o grupo.

Publicado na revista científica Nature Communications, o mais recente estudo sobre a situação das geleiras da Groenlândia recorre a uma diversidade de fontes para a análise, como fotografias aéreas, imagens de satélite e observações de campo.

Derretimento das geleiras

Continua após a publicidade

Através dessa análise, foi possível identificar que a região localizada no extremo norte do território autônomo da Dinamarca, está derretendo de forma bastante acelerada, o que gera preocupação. Afinal, a Groenlândia é a segunda maior reserva de gelo do mundo, sendo ultrapassada apenas pela Antártida.

Para dimensionar o problema, os autores da pesquisa explicam que “as geleiras do Norte da Gronelândia abrigam gelo suficiente para elevar o nível do mar em 2,1 metros”. Em outras palavras, o seu derretimento deve aumentar o nível do mar em todo o globo e poderá gerar diferentes tipos de desdobramentos em cada área afetada.

Impacto do aquecimento global na Groenlândia

No estudo, os cientistas também afirmam que, desde 1978, essas plataformas de gelo na parte norte da Groenlândia perderam mais de 35% do seu volume total. Inclusive, três delas já colapsaram completamente.

Continua após a publicidade

“Para as plataformas de gelo flutuantes que permanecem, observamos um aumento generalizado nas perdas de massa das plataformas de gelo”, pontuam os pesquisadores. Isso é gerado pelo aumento das temperaturas médias dos oceanos, associado ao aquecimento global.

Aumento do nível do mar

Hoje, todo o derretimento de gelo da Groenlândia (de todas as áreas) já é responsável por 15% do atual nível de subida do mar. Só que isso poderia ser muito maior, se não fosse as plataformas de gelo do norte, que ainda agem como uma barreira “congelada” para a quantidade de água descarregada no oceano.

Continua após a publicidade

Se esse delicado equilíbrio for rompido, como indica o atual estudo, já que as últimas plataformas em regiões extremas desse território estão em risco, a subida do nível do mar aumentará em todo o globo. Outros estudos já apontaram para o mesmo risco.

Fonte: Nature Communications e CNRS