Depois da Google, Apple também já funciona 100% com energia limpa

Por Wagner Wakka | 09 de Abril de 2018 às 18h55
TUDO SOBRE

Apple

Depois do anúncio na semana passada de que a Google tinha atingido 100% de consumo com energia renovável, agora é a vez da Apple comunicar o mesmo. A empresa da Maçã anunciou nesta quarta-feira (9) que as instalações globais da empresa usam energia limpa, o que pode incluir desde lojas a escritórios e data centers em 43 países.

Vale lembrar que isso não significa que todas instalações da empresa realmente utilizam energia renovável, mas que, para os locais onde isso não é possível, a Apple investe em projetos para compensar o gasto energético. Com isso, a empresa ganha certificados que comprovam a eficiência energética e possibilita o discurso de completude sustentável.

“Estamos comprometidos em deixar o mundo melhor do que o encontramos. Depois de anos de trabalho duro, estamos orgulhosos de ter alcançado esse marco significativo”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “Vamos continuar ampliando os limites do que é possível com os materiais em nossos produtos, a forma como os reciclamos, nossas instalações e nosso trabalho com fornecedores para estabelecer novas fontes criativas e voltadas para o futuro de energia renovável, porque sabemos que o futuro depende disso”, acredita.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além disso, a empresa ainda anunciou parceria com nove empresas que estão comprometidas a utilizar somente energia limpa em suas produções.

Novo escritório da Apple em Cupertino já é 100% abastecido por energia limpa (Foto: Divulgação)

"Atualmente, a Apple tem 25 projetos operacionais de energia renovável em todo o mundo, totalizando 626 megawatts de capacidade de geração, com 286 megawatts de geração solar fotovoltaica em operação em 2017, o maior de todos em um ano", diz o site da Apple. “Também tem mais 15 projetos em construção. Uma vez construída, mais de 1,4 gigawatts de geração limpa de energia renovável serão distribuídos em 11 países”.

Ainda, o novo escritório da empresa em Cupertino, o Apple Park, tem hoje o que é considerada a maior construção com placas de LED na América do Norte, tendo capacidade de abastecer totalmente o prédio. “Também fornece energia limpa de volta à rede pública durante períodos de baixa ocupação”, diz o comunicado da empresa.

Fonte: Apple Newsroom

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.