Spotify e Deezer acusam Apple de práticas anticompetitivas

Por Redação | 14 de Dezembro de 2017 às 12h55
Tudo sobre

Deezer

A briga judicial contra o suposto monopólio da Apple não se restringe apenas ao mercado de smartphones, pois a companhia da maçã também já foi alvo de diversas acusações relacionadas à prática de atividades anticompetitivas no setor de streaming de música.

Desta vez, o Spotify e o Deezer se uniram para alegar que a Apple estaria realizando práticas anticompetitivas de mercado para beneficiar o seu próprio serviço de transmissão de músicas, o Apple Music.

A acusação em questão foi feita por Daniel Ek, cofundador do Spotify; e Hans-Holger Albrecht, CEO da Deezer, e devidamente registrada em carta enviada a Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia. No documento, os representantes das empresas de streaming solicitam que sejam criadas regras mais transparentes e claras que favoreçam uma competição mais saudável nesse segmento de mercado.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Tanto o Spotify quanto o Deezer acreditam que a fatia de lucro de 30% pelas assinaturas do Apple Music é uma prática abusiva, uma vez que a companhia da maçã se aproveita de sua "posição privilegiada de mercado" para fazer acordos com artistas e gravadoras.

Até o momento, a União Europeia ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Fonte: Hipertextual

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.