Nvidia mostra vídeo de DOOM Eternal rodando a 4K/120fps com a placa RTX 3080

Por Wagner Wakka | 03 de Setembro de 2020 às 22h20
Reprodução/YouTube/Nvidia
Tudo sobre

Nvidia

Saiba tudo sobre Nvidia

Ver mais

A Nvidia anunciou a sua nova linha de placas de vídeo GeForce RTX 3000 na terça-feira (1º) e já começou a mostrar o verdadeiro poderio das GPUs. A empresa está trabalhando com o modelo RTX 3080 como principal flagship (embora haja a RTX 3090 mais potente) e lançou um vídeo em seu canal oficial mostrando DOOM Eternal rodando em 4K.

O vídeo compara ainda o game com a RTX 2080 Ti, até então, a placa mais potente da Nvidia. Ambas versões rodam DOOM Eternal com as configurações no máximo. O objetivo do vídeo é mostrar o poderio da nova geração do ray tracing, com efeitos de iluminação ainda mais realistas.

Além disso, é perceptível que o jogo tem mais fluidez com a RTX 3080. Isso porque ele roda na faixa de 120 fps quase que o tempo todo com a nova placa, sendo que, na RTX 2080 Ti, isso fica por volta de 90 fps.

Pelo apresentado pela Nvidia, a RTX 3080 tem o dobro da capacidade de desempenho da RTX 2080, com 10 GB da nova memória GDDR6X, barramento de 320 bits, 4352 núcleos CUDA, 760 GB/s de largura de banda e 320W de TDP para executar jogos a 60 FPS em resolução 4K. No caso de DOOM, chega até 120 fps.

Vale perceber que, para conseguir identificar as mudanças em resolução para o 4K no vídeo do YouTube, é preciso ter um monitor ou TV que comporte isso. Assim, se você está apenas com uma tela em full HD, pode perceber apenas pequenas mudanças em iluminação e variações em taxa de atualização de quadro.

A RTX 3080 chega em 17 de setembro, a partir de US$ 699 (cerca de 3.698 na conversão direta, mesmo preço da RTX 2080). Já a RTX 3090 será lançada no dia 24 de setembro, por a partir de US$ 1.499 (R$ 7.930). Por fim, a RTX 3070 desembarca em outubro, a partir de US$ 499 (R$ 2.640, menos da metade da RTX 2080 Ti).

A Nvidia ainda não informou oficialmente nem data nem preço para a linha chegar ao Brasil. Contudo, por conta de um possível erro, valores da linha já podem ter sido divulgados antes da hora.

Fonte: Nvidia (via YouTube)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.