Dicas para começar bem sua jornada em Pokémon GO

Por Durval Ramos

Por conta de toda a espera pelo lançamento de Pokémon GO, muitos treinadores brasileiros vão iniciar sua jornada quase que às cegas. Está demorando tanto para que o game seja lançado por aqui que os fãs mais ansiosos vão simplesmente pegar seus smartphone e seguir rumo ao desconhecido em busca de novos monstrinhos e desafiando os ginásios que encontrar pelo caminho. Porém, essa é mesmo a melhor estratégia?

Por mais frustrante que esteja sendo esperar algumas semanas para que o aplicativo seja lançado por aqui, esse tempo está dando aos jogadores brasileiros a oportunidade de se preparar para iniciar sua jornada. Como tudo na vida, Pokémon GO também possui seus pequenos segredos que, embora longe de serem fundamentais, podem facilitar a vida de qualquer um que sonhe em se tornar um Mestre Pokémon.

Assim, antes de você sair por aí capturando o que aparecer pela sua frente, saiba o que fazer para melhorar seu desempenho no jogo para evoluir o mais rápido possível.

pokémon xy

Como encontrar um Pokémon

Como você deve ter percebido acompanhando as dezenas de notícias que saíram sobre Pokémon GO ao longo das últimas semanas, toda a sua mecânica se baseia no uso da realidade aumentada e do uso de sistema de geolocalização. O game usa o GPS do smartphone para determinar sua posição e para onde você deve ir para encontrar um monstrinho.

Assim, a melhor forma de achar um novo Pokémon é sair por aí. À medida que você passear pela sua própria cidade, o aplicativo vai indicar se há alguma criatura nova na região e onde é possível encontrá-la. Por isso, passar os dias em casa não é o que se espera de um treinador de verdade.

Além disso, tenha em mente que o aplicativo precisa estar sendo executado para que as coisas aconteçam. De nada adianta deixá-lo fechado ou em segundo plano. É por isso que temos tantas notícias de pessoas se acidentando enquanto jogam. Então, antes de sair em busca de um Pokémon, tenha certeza de que você não vai se machucar — e nunca, NUNCA, jogue enquanto estiver dirigindo.

Pokémon Go

A tela inicial do jogo indica quais monstrinhos podem ser encontrados naquela região. Ao abrir essa janela, você verá um contador de passos. Quanto mais pegadas você visualizar, mais distante você está daquele Pokémon. Portanto, siga procurando sempre de olho nesse medidor. E lembre-se de que os monstrinhos nunca ficam sempre no mesmo lugar.

Como capturar seu Pokémon

Com base no que o tutorial apresenta, não é tão difícil assim capturar um Pokémon. No entanto, não se engane. Conseguir seu primeiro monstrinho é algo fácil propositalmente, mas as coisas ficam um pouco mais complicadas quando você vai às ruas de verdade.

Quando você encontrar um Pokémon no mapa, basta tocar sobre ele para ser levado a uma nova tela. Por padrão, você vai visualizar o modo realidade aumentada, mas é possível desativar esse recurso para economizar bateria. E, independentemente disso, o segredo está no arremesso da Pokébola.

Pokémon Go

Em teoria, basta arremessar o item com precisão no seu alvo e pronto, mas qualquer jogador de Pokémon sabe que existem alguns poréns nisso tudo. Repare que, em torno do bichinho, você verá que existe um círculo colorido. É isso o que define o quão complicado é capturá-lo. O anel verde representa algo bem fácil, já o vermelho vai testar a sua paciência.

Melhorando as chances de captura

Há uma técnica para melhorar suas chances de sucesso. Toque na Pokébola e mantenha o dedo pressionado contra a tela, sem arremessá-la. O anel vai começar a diminuir de tamanho. Portanto, jogue a Pokébola quando esse círculo estiver quase sumindo. Com isso, você aumentará a probabilidade de conseguir capturá-lo.

É algo chato e que exige habilidade. Portanto, não se intimide e siga tentando, de preferência em monstrinhos mais fáceis de serem capturados. Assim, quando um Pokémon com círculo laranja ou vermelho aparecer, você já vai ter dominado a técnica mais importante neste primeiro momento. Além disso, esse truque faz com que você receba mais pontos de experiência. Só fique atento, pois o número de Pokébolas é limitado.

Pokémon Go

Existem ainda outras maneiras de fazer com que esse processo seja um pouco mais fácil. O jogador pode usar Berries, por exemplo, para mudar a cor dessa circunferência, deixando a criatura mais propícia a ser capturada. Você também pode comprar outros tipos de Pokébola, que oferecem uma chance maior de sucesso.

Porém, caso você se depare com um Pokémon cujo Combat Point (CP) não é exibido, deixe-o ir. Essa pontuação revela o quão poderoso é o adversário e, por mais que ele seja apenas um animal selvagem, enfrentar um Pokémon com “???” é pedir para jogar suas Pokébolas no lixo, já que você não conseguirá capturá-lo. Assim, siga capturando criaturas mais fracas para evoluir e conseguir encarar esses pesos-pesados.

Como evoluir seu treinador

Como dito, você precisa subir o nível de seu avatar antes de conseguir realizar algumas tarefas. Você só vai enfrentar um ginásio caso esteja no nível 5 e Pokémon mais fortes só aparecem para treinadores mais poderosos. Assim, saiba que você vai ter de dedicar um bom tempo a esses treinamentos para conseguir ter algum progresso.

Cada atividade dentro de Pokémon GO oferece uma pontuação. Capturar um monstrinho, fazer um arremesso perfeito de Pokébola, enfrentar um ginásio ou mesmo chocar um ovo são apenas algumas maneiras de conseguir esses pontos. E existem maneiras de otimizar esse trabalho.

Pokémon Go

A primeira dica é não perder tempo capturando um Pokémon que você já tem — a não ser que você queira evoluir rápido e esteja disposta a investir um bom tempo nisso. Cada monstrinho que você consegue lhe garante 100 XP, mas se você capturar algum que ainda não apareceu em sua Pokédex vai receber 500 XP. Só isso já mostra o quanto é interessante não colecionar figurinha repetida. No máximo, faça isso se ele oferecer um CP melhor do que o seu Pokémon.

Você também pode usar alguns itens para otimizar esse resultado. Incense e Lure Modules fazem com que você encontre mais monstrinhos, aumentando a chance de encontrar algum inédito. Além disso, passear pelas PokéStops para conseguir mais pontos e itens é mais do que recomendado. Esses lugares funcionam como paradas de descanso e dão esses bônus a cada cinco minutos.

Evoluindo seu Pokémon

Eis que chegamos à parte mais importante de ser um treinador. Como o desenho e os jogos nos ensinaram ao longo dos últimos 20 anos, o cerne de toda a série está em treinar seus monstrinhos para que eles sejam poderosos o suficiente para vencer qualquer desafio. E, para chegar nesse ponto, é preciso suar a camisa.

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que o CP vai ser o seu principal foco. Alguns Pokémon já possuem essa pontuação mais elevada, então eles já são fortes candidatos a entrarem no seu time. Mas você pode aumentar essa pontuação com as chamadas Stardusts, um item que você pode conseguir de diferentes maneiras. A principal delas é capturando novos monstrinhos, mas você consegue também em ginásios ou chocando ovos.

pokemon go

Só que, antes que você saia por aí gastando todos os seus pontos para conseguir um bônus no CP de seu Pokémon, pense sempre em economizar. A principal dica é que você guarde seus Stardusts para usar em um Pokémon cujo CP seja maior do que todos os demais que você possui. Basicamente, invista em um cavalo vencedor. Com isso, você vai deixá-lo mais forte e competitivo. Se você sair gastando em vários monstrinhos, vai conseguir ter uma galeria de criaturas medianas.

Além disso, o CP também aumenta quando você evolui seu Pokémon. Seu Charmander pode até não parecer muito forte, mas tenha certeza de que a sua pontuação vai dar um salto enorme quando ele virar um poderoso Charizard. E, para chegar nesse nível, você precisa dos chamados Candies, que nada mais são do que doces que vão fazer seu monstrinho crescer feliz e contente. Esses itens não podem ser comprados de nenhuma forma, sendo obtidos apenas quando capturar novas criaturas, chocar um ovo ou enviar algum de seus Pokémon para o Professor Willow.

Tanto que uma técnica para conseguir fazer essas evoluções mais rapidamente é capturar vários Pokémon repetidos. Assim, ao enviá-los para o professor, você recebe uma quantia de Candies e pode usá-las para alcançar uma nova forma.

Porém, antes de sair por aí colecionando Stardust e Candy, tenha em mente que o nível de seu treinador afeta esses resultados. Assim como aconteceu com o Charizard de Ash no desenho, um jogador despreparado não consegue tirar o melhor de seu Pokémon.

Como evoluir mais rápido

Tendo isso em mente, chegou a hora de usar alguns truques para conseguir uma boa pontuação. Embora capturar Pokémon repetidos não ofereça muitos pontos (são apenas 100 XP contra 500 XP que você ganha quando consegue um inédito), passar um tempo colecionando Pidgeys e Ratattas pode ser um bom caminho para conseguir seus primeiros níveis.

Pokémon Go

Cada um desses Pokémon garante 3 Candies quando enviados para o Professor. Então, um pouco de paciência vai fazer com que você tenha doces o suficiente para evoluir aquele seu Squirtle ou mesmo alguém mais poderoso. Ou então, você pode usar esses doces para evoluir esses Pokémon mais rotineiros, se aproveitando do bônus de experiência que recebe ao fazer essa transformação. Uma evolução garante 500 XP, ou seja, uma ótima quantia a partir do tráfico de Ratatta e Pidgey. Justo.

Outra possibilidade é usar os chamados Lucky Eggs, itens que fazem com que você receba o dobro de experiência. Esses ovos são bem raros de serem encontrados nas PokéStops, mas você pode comprá-los por menos de US$ 0,99 na loja do game para acelerar esse treinamento.

E você pode combinar essas duas estratégias. Primeiro, faça um estoque de Pokémon com baixo custo de evolução e tenha uma boa quantidade de doces disponíveis. Então, use o ovo e comece a evolui-los. Com isso, ao invés de conseguir apenas 500 XP por evolução, você vai receber 1000 XP.

É possível também usar o Incense para atrair mais monstrinhos e conseguir pontos extras por capturá-los.

Como evoluir seu Eevee

Agora que você já sabe como ganhar nível e evoluir em Pokémon GO, chegou a hora de dominar um pequeno truque que pode ajudá-lo a completar sua PokéAgenda. Afinal, como evoluir um Eevee?

Eevee Pokemon GO

Dentro da série, o monstrinho possui nada menos do que oito tipos diferentes de evolução, embora o aplicativo traga somente as três básicas: Jolteon, Flareon e Vaporeon. Porém, conseguir cada uma delas é um pouco diferente do que nos games tradicionais, em que basta usar a pedra correspondente ao tipo. Sem a existência desses itens em Pokémon GO, o macete é outro.

Alguém se lembrou de que essas evoluções são apresentadas em um episódio específico do desenho e que cada uma delas possuía um apelido próprio: Sparky para Jolteon, Rainer para Vaporeon e Pyro para Flareon. Alguém decidiu brincar com essa ideia do anime e se surpreendeu que esse era o gatilho que fazia com que a simpática raposinho mudasse para a forma desejada.

Assim, antes de gastar seus doces em um Eevee, dê o apelido correto para que ele adote o tipo da sua escolha.

Chocando seus ovos

Além disso tudo, Pokémon GO oferece ainda aos jogadores alguns ovos de Pokémon à medida que você segue em sua jornada. Eles aparecem em uma aba junto com a lista de Pokémon em seu time. Encontrá-los não é nenhum mistério, mas você pode ter algumas dicas para chocá-los com mais facilidade.

ovos Pokémon GO

Assim como nos games, para conseguir tirar o monstrinho que se esconde sob aquela casca, é preciso andar — e muito. Para isso, é preciso colocar o ovo dentro de um incubadora e seguir caminhando.

Ao todo, existem três classes de ovos cujo tempo de incubação varia entre dois, cinco e dez quilômetros rodados. Quanto maior a distância que você tiver de percorrer, mais raro é o monstrinho que virá.

E existem alguns segredos que pouca gente sabe. Primeiramente, o jogo precisa estar sendo executado para que a distância seja considerada válida. Se você deixar Pokémon GO em segundo plano, pode dar a volta ao mundo que aquele ovo nem sequer vai se mexer. Outro ponto é que também não adianta pegar seu carro e sair dando voltas por aí, pois é preciso uma velocidade bem baixa para que o processo tenha efeito.

O lado bom é que o aplicativo não usa o GPS para isso. Assim, você pode colocar seu smartphone sobre um toca-discos velho ou mesmo em um ventilador de teto para ele reconhecer o movimento. Só cuidado para não fazer o celular sair voando por aí.