YouTube testa “esconder” número de dislikes nos vídeos da plataforma

YouTube testa “esconder” número de dislikes nos vídeos da plataforma

Por Ramon de Souza | Editado por Claudio Yuge | 30 de Março de 2021 às 22h20
YouTube

O YouTube está testando uma novidade bastante curiosa — a plataforma pretende esconder o número de “dislikes” dos vídeos, impedindo que os internautas saibam quantas pessoas não estão gostando de determinado conteúdo. O principal objetivo seria mitigar a ação de campanhas coordenadas de ódio, visto que é cada vez mais comum vermos grupos organizados utilizando tal botão de maneira abusiva simplesmente para reduzir a reputação de determinado clipe (geralmente por motivos políticos e/ou culturais).

A novidade foi noticiada pelo 9to5Google, que confirmou com o Gigante das Buscas que, de fato, tal teste está sendo efetuado; a companhia ressalta, porém, que os criadores de conteúdo continuarão enxergando tais estatísticas normalmente no Studio, tendo uma noção sincera do feedback de seus espectadores; ao internauta, porém, será exibido simplesmente o botão “Dislike”, mas sem uma contagem específica de quantas pessoas “descurtiram” aquele clipe.

Imagem: Reprodução/9to5Google

“Para os espectadores, se você estiver no experimento, ainda pode gostar ou não gostar de um vídeo para compartilhar seu feedback com os criadores e ajudar a ajustar as recomendações que você vê no YouTube”, teria comentado a empresa com o veículo em questão, adicionando ainda que o teste foi criado “em resposta aos feedbacks dos criadores a respeito de bem-estar e campanhas direcionadas de dislikes”. Porém, não sabemos exatamente quantas pessoas (e em quais países) participam de tal teste.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que a plataforma realiza ações destinadas a melhorar o bem-estar dos criadores de conteúdo — em agosto de 2019, o YouTube também passou a omitir a quantidade completa de inscritos em determinado canal. Na época, a marca afirmou que esperava que “isso ajude todos os criadores a se concentrarem em contar suas histórias e vídeos e tenham menos pressão com relação aos números”, não se preocupando tanto com estatísticas.

Fonte: 9to5Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.