Quem é Manfredo Fest, o homenageado no doodle do Google de hoje (13)

Quem é Manfredo Fest, o homenageado no doodle do Google de hoje (13)

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 13 de Maio de 2022 às 18h07
Reprodução/Google

O pianista brasileiro Manfredo Fest é o homenageado na página inicial do Google nesta sexta-feira (13). O doodle celebra o aniversário do músico, que comemoraria 86 anos hoje se fosse vivo — ele morreu em 1999, quando tinha 63 anos.

A imagem do doodle é uma ilustração colorida e estilizada com todos os instrumentos tocados, além de refências ao jazz e bossa. No centro da imagem do Google, Fest está de óculos escuros e toca seu piano com a expressão de satisfação de sempre.

O pianista brasileiro foi homenageado com um Doodle nesta sexta-feira (13) (Imagem: Reprodução/Wikimedia)

Ao clicar sobre a imagem, o buscador direciona os resultados para a obra do artista. Alegre e discreto, pouco aparecia, tanto que é bem difícil achar algum vídeo dele no YouTube.

O doodle está disponível apenas para os usuários do Google no Brasil, na versão web do buscador e nos celulares (Android e iOS). A gigante das buscas não revelou o nome do ilustrador responsável pelo desenho.

Quem foi Manfredo Fest

Um dos mais famosos instrumentistas de jazz, Fest ficou famoso por popularizar a bossa nova, ritmo genuinamente brasileiro, no mundo inteiro. Considerado um gênio da música atual, ele era cego e aprendeu a ler partituras graças ao método Braile.

Seus pais eram imigrantes da Alemanha que fugiram da Europa na década de 1920. Começou a estudar música clássica aos cinco anos de idade com o pai, que foi presidente do departamento de música da Universidade de Porto Alegre.

Manfredo Irmin Fest tocava piano, teclado, saxofone e compôs lindas canções sem enxergar. A limitação visual não o impediu de ser famoso e tocar com grandes nomes da música, como o também brasileiro Sérgio Mendes, em turnês pelos Estados Unidos e Europa.

Fest lançou 19 álbuns ao longo de sua carreira, e mesclou estilos brasileiros e americanos. As músicas ainda são tocadas por músicos e grupos de jazz de todo o mundo.

Manfredo morreu no dia 8 de outubro de 1999, aos 63 anos, em Tampa Bay, na Flórida, vítima de insuficiência hepática. Confira um pouco da obra deste brasileiro ícone da Bossa Nova:

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.