Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Chatbot com IA poderia substituir o Google em dois anos, diz criador do Gmail

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 07 de Dezembro de 2022 às 17h45

Link copiado!

Montagem: Caio Carvalho/Canaltech
Montagem: Caio Carvalho/Canaltech
Tudo sobre Google

Um chatbot da OpenAI tem a pretensão de substituir o Google e alguns trabalhadores humanos no futuro. O ChatGPT usa uma inteligência artificial com toques de aprendizado de máquina para acumular conhecimento a ponto de se tornar imbatível em tudo que faz. Lançado no final de novembro, a IA tem chamado a atenção da web pela capacidade de responder a questionamentos com muita precisão.

Segundo os desenvolvedores, a IA consegue escrever códigos de programação, redigir ensaios complexos, decorar sua casa, apresentar ideias inovadoras de marketing e muitas outras aplicações. Se isso se concretizar, o robô de conversas poderia mostrar resultados ainda mais precisos que os mecanismos de busca atuais.

Vários testes têm sido feitos com o robô nos últimos dias para provar a sua utilidade. O jornal The London Times, por exemplo, questionou-o sobre a dosagem máxima de vitamina D que alguém deve tomar por dia. O Google indicou um site de saúde como resposta, mas o ChatGPT teria elaborado um texto completo falando sobre isso.

Continua após a publicidade

Em outra situação, um usuário do Twitter pediu ao chatbot que fizesse um "rap sobre a superioridade dos carros elétricos no estilo Ice Cube". O resultado pareceu mesmo como uma letra do rapper norte-americano, famoso pelas críticas sociais. Em tradução livre, foi algo como: "Olhe para aquele carro movido a combustível fóssil, cuspindo fumaça como um charuto, enquanto estou andando em meu EV, limpo e silencioso como um ninja. Sem necessidade de gasolina, sem mais idas à bomba. Eu economizo algum dinheiro e ainda ajudo o planeta".

IA poderia mesmo ameaçar o Google?

O programador que criou o Gmail, Paul Buchheit, chegou a tuitar que a tecnologia é tão impressionante que poderia deixar o Google obsoleto em apenas um ou dois anos. Em vez de guiar as pessoas para sites com respostas — ou apresentá-las diretamente, como faz o buscador hoje —, o ChatGPT daria a resposta direta para as dúvidas.

O Google continuaria existindo, disse Buchheit, mas funcionaria apenas como as Páginas Amarelas, apenas indexando sites. No início de tudo, a partir de 1998, a empresa trabalhava apenas fazendo esse trabalho de organização das páginas por palavra-chave pesquisada.

É claro que isso não significa o fim total da empresa, mas certamente teria algum tipo de impacto nos anúncios. Com menos acessos, o modelo de negócios da empresa ficaria prejudicado. Por qual razão das pessoas pesquisariam em um mecanismo de busca se uma ferramenta de chat inteligente pode dar a resposta de modo instantâneo?

Problemas do chatbot

Continua após a publicidade

Ainda que seja uma solução incrível da OpenAI, o ChatGPT é somente uma máquina sujeita a falhas, preconceitos e outros problemas. Ao ser questionada sobre a opinião acerca dos humanos, a IA disse que todos são egoístas e merecem ser exterminados.

O chatbot também não tem a compreensão necessária, sob o aspecto ético e moral, para produzir conteúdos literários, materiais acadêmicos ou até produções artísticas, como músicas e filmes. Sim, ele consegue escrever e-mails sem erro de digitação, mas não tem a capacidade de pensar nem entender a mente humana — ao menos, por enquanto.

Essa falha se aplica também os conteúdos criados, que por vezes foi racista ou sexista. Por ser um reflexo geral da sociedade, as máquinas tendem a absorver tudo dos humanos, o que inclui também coisas negativas. O assunto é tão polêmico que até o bilionário dono do Twitter já falou sobre a tecnologia recentemente:

Continua após a publicidade

Além de escrever softwares, o ChatGPT também poderia ser desvirtuado para produzir malwares. Com o devido treinamento, ele poderia se tornar um grande tormento para as empresas de segurança online. Se já é difícil lutar contra criminosos humanos de carne e osso, imagine contra uma tecnologia que pode criar um vírus novo do zero em poucos minutos?

Se ele ainda não é capaz de substituir o Google na sua vida, pelo menos dá para brincar e se surpreender com as respostas.Tecnologias como essas devem substituir muitos profissionais no futuro, incluindo redatores de sites de tecnologia. Se isso acontecer, talvez seja o caso de pedir emprego no Google... não, espera aí, melhor não.

Se você quer testar o ChatGPT, basta criar uma conta na OpenAI. A empresa não está aceitando novos inscritos no momento para evitar a sobrecarga do serviço. Quem quiser, pode cadastrar o e-mail por lá para saber assim que novas inscrições forem liberadas.