Bing usará tecnologia do Google para melhorar pesquisas

Por Redação | 23 de Setembro de 2016 às 16h43

A Microsoft usará tecnologias do Accelerated Mobile Project, iniciativa open source encabeçada pelo Google e outras empresas, em seus resultados de pesquisa para melhorar o desempenho de seu motor de busca.

De acordo com a empresa, o suporte ao AMP começará inicialmente dos aplicativos do Bing para Android e iOS. A companhia não deu estimativa se a versão web do serviço também será compatível com a novidade.

Segundo explicou Marcelo De Barros, Gerente de Engenharia do Bing, o AMP começou a ser testado nos aplicativos do Bing em meados do ano passado, com resultados animadores.

“Temos notado que as páginas AMP carregam, em média, cerca de 80% mais rápido do que as páginas não-AMP. Páginas mais leves também se traduzem em menos dados sendo transferidos por meio da rede, que requerem menos largura de banda de rede para ser baixado”, disse Barros.

A decisão da Microsoft vem pouco tempo depois do Google anunciar o início do uso do AMP em sua página e aplicativos de busca. O serviço não muda os resultados de busca, mas mostra quais sites tem páginas que estão prontas para carregar mais rápido.

O Google AMP é uma resposta ao Facebook Instant Articles, ao Apple News e ao Twitter Moments. O objetivo do Google com o projeto é garantir que as páginas web carreguem quase que instantaneamente quando o usuário clicar em algum link, ganhando rapidez e responsividade em aplicativos nativos de celular.

Fonte: Google Discovery

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.