Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

25 prompts do ChatGPT para aprender qualquer coisa

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Março de 2024 às 15h00

Link copiado!

Pavel Danilyuk/Pexels
Pavel Danilyuk/Pexels

É comum usar plataformas de inteligência artificial para entregar tudo de “mão beijada” e em questão de segundos, mas saiba que é possível usar prompts do ChatGPT para aprender qualquer coisa. Afinal, você não vai poder contar com a ajuda da IA em todos os momentos da sua vida e, ora ou outra, terá que se virar por conta própria.

Além disso, o ChatGPT pode ser uma excelente alternativa para quem não tem grana para bancar um curso ou um professor para isso no momento. No entanto, a inteligência artificial tem algumas limitações nesse quesito, e elas serão explicadas ao longo do texto.

Comandos para aprender de tudo no ChatGPT

Continua após a publicidade

Confira a seguir algumas coisas que você pode aprender usando o ChatGPT e que tipo de prompt deve ser feito para que a tecnologia entregue uma resposta satisfatória para a sua necessidade.

Melhorar sua escrita

Embora seja mais usado para escrever textos completos, você pode transformar o ChatGPT em um “professor de português” para melhorar sua escrita.

Nesse caso, é possível solicitar para a inteligência artificial verificar pontos do seu material, como qualidade textual e erros gramaticais, além de pedir um feedback do que pode ser aperfeiçoado no conteúdo.

Veja alguns prompts que podem ser feitos nesse sentido:

  1. Poderia verificar se existem erros gramaticais no texto a seguir para sugerir correções?;
  2. Como posso tornar o texto abaixo mais envolvente e interessante para o leitor?;
  3. Este texto está bem estruturado? A sequência de ideias faz sentido ou há trechos que precisam ser reorganizados?
  4. Quais palavras ou frases poderiam ser substituídas para enriquecer o vocabulário do texto abaixo?

Lembrando sempre de copiar e colar o seu texto após o trecho da pergunta. Daí sim você pode pressionar Enter e aguardar a réplica do ChatGPT.

Aprender a cozinhar

Continua após a publicidade

O ChatGPT pode ajudar você na cozinha, no entanto, a recomendação é solicitar instruções para receitas consideradas mais básicas e “certeiras”, como preparar um arroz ou um macarrão.

Devido ao fato de a IA não ser especializada em culinária, pode ser que ele cometa equívocos em receitas mais complexas. Veja alguns prompts:

  1. Você poderia me ensinar a fazer um arroz simples e soltinho?;
  2. Quais são os passos básicos para cozinhar um macarrão al dente?;
  3. Quais temperos posso usar para dar mais sabor ao frango grelhado?;
  4. Como devo preparar e cortar legumes para uma salada saudável?

Outra dica que pode ajudar a deixar a resposta do ChatGPT mais compatível com o seu objetivo é informar os ingredientes e os utensílios que você tem em casa na hora de preparar o rango, pois nunca se sabe se você vai consultar a IA às três e meia da manhã, por exemplo.

Continua após a publicidade

Fazer exercícios físicos

O ChatGPT pode ser seu “personal trainer” virtual se você solicitar uma série de exercícios físicos para ele — desde treino básico a lições um pouco mais avançadas.

Contudo, a IA não tem a capacidade de acompanhar sua evolução e suas necessidades pessoalmente, carecendo de um feedback mais adequado com a sua situação (ou seja, considere sempre a ajuda de um especialista).

Veja alguns prompts de atividades básicas que podem ser solicitadas:

Continua após a publicidade
  1. Pode me sugerir um treino simples para quem está começando a se exercitar?;
  2. Quais são os melhores alongamentos para fazer antes e depois de um treino?;
  3. Quais exercícios posso fazer em casa sem equipamentos para trabalhar o corpo todo?;
  4. Você poderia me sugerir uma rotina de treino de força para iniciantes usando apenas o peso do corpo?

Aliás, se você tiver equipamentos em casa ou academia no condomínio do seu prédio, por exemplo, vale informar todos esses detalhes para o ChatGPT — embora o Canaltech reforce que um personal trainer seja procurado caso queira praticar exercícios mais pesados.

Estudar para concursos, vestibulares e testes diversos

Continua após a publicidade

Quem pretende prestar um concurso público ou vestibular pode contar com o auxílio do “professor ChatGPT” para montar uma rotina de estudos.

No entanto, vale sempre fazer uma pesquisa adicional em fontes oficiais ou consideradas de confiança para garantir que a resposta fornecida pela IA esteja correta.

Confira exemplos de prompts que podem ajudar nesse quesito:

  1. Você pode criar um plano de estudos personalizado para o concurso que vou prestar, focando nas matérias de maior peso? [informar em seguida o que exatamente você precisa estudar];Pode me explicar os principais conceitos de Direito
  2. Constitucional que geralmente são cobrados em concursos públicos?
  3. Você pode me fornecer questões de múltipla escolha sobre matemática financeira para eu praticar? [não esqueça de pedir a resposta e uma explicação dela caso você tenha errado a questão];
  4. Quais técnicas de memorização posso usar para lembrar melhor as informações que estudo para o vestibular? [Informar disciplinas e detalhes que precisam ser decorados].
Continua após a publicidade

Além disso, se você puder contar com a ajuda de um professor de verdade em simultâneo, melhor ainda, pois ele pode dizer se o plano de estudos sugerido pelo ChatGPT faz sentido com o que deve ser aprendido e se as respostas estão exatas.

Por fim, vale lembrar que a versão gratuita do chatbot da OpenAI (GTP-3.5) tem conteúdo limitado até setembro de 2021. Portanto, é possível que alguns conceitos estejam datados por falta de atualização ou sequer existem dentro do banco de dados do chatbot. Muito cuidado nesse ponto, portanto.

Aprender a ser mais criativo

Continua após a publicidade

Se o bloqueio criativo estiver batendo na hora de criar um conteúdo que exija ideias mais diferenciadas, digamos, o ChatGPT pode dar uma ajuda para pensar em ideias e detalhes que não estejam tão visíveis na sua mente.

Confira a seguir como usar o ChatGPT para ser mais inventivo:

  1. Pode me dar algumas ideias criativas para um projeto acadêmico sobre sustentabilidade?;
  2. Sugira conceitos únicos que eu poderia explorar em um artigo sobre viagens ao Oriente Médio?;
  3. Você pode criar uma descrição detalhada de um personagem que seria o protagonista de uma história de ficção científica? [Dê mais detalhes dessa história em seguida];
  4. Quais seriam alguns designs futuristas para cidades que poderiam ser usados em um jogo de PC?

Reforçando: as respostas do ChatGPT podem ser muito preliminares no início, então você pode usá-las como ponto de partida para se aprofundar pesquisando exemplos em outras fontes e usando-os para debater novamente com a IA até chegar no resultado esperado.

Continua após a publicidade

Use a criatividade

As sugestões do que perguntar ao ChatGPT não param por aqui, pois você pode usar esses exemplos para criar variações diversas e adaptar tudo para outros tipos de aprendizados e tarefas do dia a dia.

Veja alguns exemplos nesse sentido:

  1. Me conte a história da exploração espacial pela humanidade;
  2. Me dê dicas de como fazer pipoca doce com achocolatado em pó;
  3. Como fazer origamis usando somente guardanapos?;
  4. Explique em tópicos grandes movimentos da história da arte;
  5. Como montar a paleta de cores perfeita para o meu look? [Vale sugerir as peças de roupa que você tem em seguida].
Continua após a publicidade

Vale reforçar que o ChatGPT não precisa ser usado necessariamente para aprender coisas corriqueiras e você pode consultar a IA como um ponto de partida para ficar “craque” em atividades que vão além do óbvio, como exemplificado acima.

Contudo, independentemente do que é solicitado ao chatbot, é sempre recomendável checar as informações fornecidas atentamente em outras fontes antes de colocá-las em prática, pois a IA pode “alucinar” e acabar entregando resultados equivocados. 

Outros aprendizados

Seria possível atravessar algumas linhas adicionais dizendo o que poderia ser aprendido usando o ChatGPT, mas como a lista seria absurdamente grande, vale a pena indicar outros tutoriais para você ficar craque em algo, como criar conteúdo, ser um social media, aprender a falar inglês e até mesmo caprichar na hora de fazer um currículo.