Muito além das GPUs: NVIDIA lista áreas em que sua divisão de IA pode atuar

Por Rui Maciel | 21 de Julho de 2020 às 14h00
Reprodução/Nvidia
Tudo sobre

Nvidia

Saiba tudo sobre Nvidia

Ver mais

Sempre associada às poderosas GPUs que integram PCs gamers, a NVIDAI possui também uma divisão corporativa, que leva o nome de Nvidia Enterprise. E esta área da empresa, hoje, atua principalmente no desenvolvimento de plataformas de Inteligência artificial (IA). E nesta terça-feira 21), a companhia listou cinco conceitos que já fazem ou muito em breve farão parte do cotidiano de toda população. E, onde, claro, a empresa espera aplicar algumas de suas soluções.

Confira algumas das áreas que devem virar - ou já são - tendência. E como a NVidia pretende fazer parte:

Video Analytics

Já existem bilhões de câmeras e sensores no mundo que podem ser usadas com IA para melhorar serviços públicos e privados. Nesse cenário, diversos setores podem utilizar soluções de IA, como análises esportivas, varejo e, em tempos de pandemia, o distanciamento social. Para isso, a NVIDIA conta com um framework chamado NVIDIA DeepStream, que permite criar e implementar aplicações e serviços de análise de vídeo inteligente com IA.

O DeepStream oferece uma estrutura escalável de várias plataformas com segurança TLS para implantar na edge e conectar em qualquer nuvem. Essa tecnologia pode ser usada para:

  • Cidades inteligentes - É possível utilizar as câmeras nas cidades para monitorar o trânsito em tempo real e diminuir regiões de congestionamento ao interligar o sistema com os semáforos;
  • Distanciamento social - Nesse período diferenciado por conta de Covid-19, a tecnologia pode ser usada para monitorar o distanciamento entre as pessoas em locais de aglomeração e alertar prefeituras ou quem estiver responsável pelo espaço para se atentar aos locais mais propensos ao risco de transmissão do novo coronavírus;
  • Varejo - Os comerciantes já usam cada vez mais o Video Analytics em operações para aplicações como check-out inteligente, análise de loja e gerenciamento inteligente de relacionamento com o cliente;
  • Manufatura - Essa tecnologia, quando usada no setor industrial, pode otimizar a eficiência de montagens complexas, auxiliar processos de inspeção, aumentar a qualidade do produto e reduzir o custo de retrabalho;
  • Análise esportiva - O Video Analytics desempenha um papel importante nos sistemas de análise esportiva, que rastreiam e analisam o movimento dos jogadores e parâmetros diferentes, como velocidade e ângulo da bola. Além de ajudar as equipes profissionais com partidas mais justas, também fornece mais contexto aos telespectadores durante as transmissões.

Smart health (ou saúde inteligente, se preferir)

A pandemia do novo coronavírus vem obrigando muitas das empresas a antecipar transformações tecnológicas, com especial destaque para a área de saúde. em diversas áreas e na saúde não foi diferente. Nesse cenário, a NVIDIA vem usando a NVIDIA Clara para ajudar a comunidade médica a rastrear, testar e tratar melhor a Covid-19. Trata-se de uma plataforma de assistência médica para geração de imagens, sequenciamento genômico e inteligência artificial, e para o desenvolvimento e implantação de sensores inteligentes. No mundo pós-pandemia, a tendência é usar essas capacidades para melhoria de outras áreas médicas.

Durante a quarentena atual, os principais destaques da plataforma são:

  • Sequenciamento de genoma em tempo recorde - O software de genômica computacional NVIDIA Clara Parabricks, disponível gratuitamente por 90 dias para pesquisadores no mundo inteiro para combater a Covid-19, quebrou um novo recorde, analisando toda a sequência de DNA do genoma humano em menos de 20 minutos.
  • Modelos de IA para detecção de doenças - Os modelos de IA que foram desenvolvidos em parceria com os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos EUA podem ajudar pesquisadores a investigar a gravidade da Covid-19 a partir de tomografias computadorizadas do tórax e desenvolver novas ferramentas para entender, avaliar e detectar melhor as infecções.
  • Hospitais inteligentes - A NVIDIA Clara Guardian usa tecnologias inteligentes de análise de vídeo e reconhecimento de voz automático para garantir que a nova geração de hospitais inteligentes possa monitorar os sinais vitais dos pacientes e limitar a exposição da equipe.

Execução de tarefas, em tempo real, no mesmo projeto na nuvem

A quarentena de Covid-19 obrigou muitas pessoas a iniciarem o trabalho remoto. Mas a criação de efeitos visuais, visualizações arquiteturais e projetos de manufatura, por exemplo, geralmente requer várias pessoas colaborando entre equipes, em diferentes espaços de trabalho remoto. De olho nesse cenário, a NVIDIA Enterprise aposta no ponto forte da companhia, na forma do NVIDIA Omniverse. Trata-se de uma plataforma de computação gráfica e simulação que possibilita aos profissionais trabalharem sem interrupções em tempo real em aplicações de software nas instalações ou em todo o mundo via nuvem.

Essa plataforma visa a interoperabilidade universal em diferentes aplicativos e fornecedores de ecossistema 3D. Fornece atualizações da cena em tempo real e é baseado em padrões e protocolos abertos. O Omniverse foi projetado para atuar como um hub, permitindo que novos recursos sejam expostos como micro serviços a clientes e aplicações conectadas.

IA de conversação (multimodal conversation AI)

Inteligência artificial de conversação é um dos principais tópicos do momento. Isso porque torna possível transformar a fala em texto, gerando assim a possibilidade de ouvir sem usar as mãos enquanto trabalha ou dirige. E, conforme fica mais inteligente, passa a entender mais sobre o que ouve e lê, crescendo em grande escala o nível de assistentes virtuais de alto nível. Além disso, as empresas podem usar a tecnologia para gerenciar contratos. Já os médicos, para fazer anotações durante os exames dos pacientes. E muitas empresas podem aprimorar o suporte ao cliente.

Para aproveitar o potencial desse setor, o NVIDIA Jarvis pode ser uma opção para as empresas que investem na área. Trata-se de é uma estrutura de aplicações para serviços de IA de conversação multimodal, que inclui modelos de IA de conversação pré-treinados, ferramentas no NVIDIA AI Toolkit e serviços de ponta a ponta otimizados para tarefas de fala, visão e compreensão da linguagem natural (NLU).

Sistema inteligente de recomendação

Os sistemas de recomendação ficaram famosos em serviços como Spotify, Netflix e Amazon, estão cada vez mais fortes na internet e são considerados uma das aplicações mais relevantes. Eles são treinados automaticamente usando dados de acordo com a interação dos usuários com a aplicação, que incluem impressões, cliques, curtidas, menções etc. Conforme o sistema é treinado e ganha mais inteligência, ele passa a poder recomendar produtos e serviços de acordo com as preferências de cada consumidor, tornando assim todos os negócios cada vez mais personalizados.

Também de olho nessa tendência, a NVIDIA Enterprise traz o NVIDIA Merlin, um framework que inclui ferramentas para a construção de sistemas de recomendação baseados em deep learning, que fornecem melhores previsões do que os métodos tradicionais e, segundo a companhia, conseguem aumentar as taxas de cliques.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.