Sistema criado na Coreia do Sul usa hologramas para detectar vazamentos de gás

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 22 de Abril de 2021 às 17h35
POSTECH

Vazamentos de gás são eventos extremamente perigosos e difíceis de detectar com equipamentos atuais. Agora, uma equipe da Universidade POSTECH, na Coreia do Sul, criou sensores vestíveis, capazes de projetar alarmes holográficos em tempo real quando detectam a presença de gases.

Os pesquisadores utilizaram um material conhecido como metassuperfície em conjunto com um modulador óptico de cristal líquido. O dispositivo reage aos gases nocivos e dispara um alarme visual em apenas alguns segundos. Equipamentos usados atualmente para detectar a presença de gases perigosos no ambiente são caros, não podem ser operados por pessoas sem treinamento, têm baixa portabilidade e o tempo de resposta deixa muito a desejar.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Holograma indica se o gás é nocivo (Imagem: Reprodução/POSTECH)

"Este sensor de gás vestível ultracompacto fornece um alarme visual holográfico mais intuitivo do que os alarmes auditivos convencionais ou de luz simples", explica o professor Junsuk Rho.

Fácil de enxergar

Para deixar o alarme visível, os cientistas usaram dispositivos ópticos que controlam o índice de refração da luz. O sensor de gás emite um sinal que pode “flutuar” usando o controle de polarização da luz que se transforma com a mudança de orientação das moléculas de cristal líquido. A carinha feliz mostra que está tudo bem; já o ponto de exclamação indica que algo está errado.

A reação cria um campo holográfico que pode ser visto a olho nu e que não depende de outros equipamentos eletrônicos para funcionar, como acontece nos sensores convencionais.

Ao funcionar de forma independente, os novos sensores são capazes de detectar gases nocivos quase instantaneamente, permitindo uma reação rápida e mais adequada em qualquer tipo de situação de perigo.

Fácil de usar

Os sensores podem ser impressos em nanocompósitos flexíveis e depois colados em óculos de segurança, por exemplo. “Usados dessa forma, os sensores poderiam detectar o gás e exibir um alarme holográfico a poucos centímetros dos olhos de um operário”, diz o professor Rho.

Com essa nova técnica, os sensores também poderiam ser implantados em futuros sistemas de realidade aumentada desenvolvidos por Apple, Samsung, Google e Facebook.

Sensores podem ser implantados em vestíveis como óculos e smartwatches (Imagem: Reprodução/POSTECH)

O próximo passo é desenvolver dispositivos que possam detectar também o tipo e o nível de concentração de gases no ambiente, com a reprodução de imagens holográficas mais complexas e variadas.

De acordo com o professor Rho, esses sensores poderiam ser utilizados em ambientes de trabalho extremos, com ruídos acústico e visual intensos. Fábricas, usinas, minas e plataformas de petróleo, por exemplo, se tornariam muito mais seguras se seus operários usassem sensores de gás no próprio corpo.

O que você acha de ter equipamentos de segurança vestíveis, instalados em óculos, smartbands e smartwatches? Comente.

Fonte: POSTECH

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.