Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Relógio dos 10 mil Anos | Como funciona o projeto de Jeff Bezos

Por| Editado por Luciana Zaramela | 26 de Janeiro de 2024 às 08h25

Link copiado!

Pkirlin/Wikimedia Commons
Pkirlin/Wikimedia Commons

Que tal um relógio cujo objetivo é simplesmente desafiar o tempo? O Relógio dos 10 mil Anos (também chamado de Relógio do Longo Agora, do original Clock of the Long Now) foi idealizado pela Long Now Foundation e é financiado por ninguém menos que Jeff Bezos, o fundador da Amazon. A mensagem é que, em uma era tão imediatista, as pessoas deem mais valor ao pensamento de longo prazo.

O relógio começou a ser construído em 2018, e ao todo, Bezos já investiu US$ 42 milhões (o equivalente a R$ 206 milhões). A construção ocorre no Corn Ranch — localizado em uma montanha no Texas — que costuma ser usado em testes de foguetes da Blue Origin.

"A civilização está acelerando para um período de atenção patologicamente curto. A tendência pode provir da aceleração da tecnologia, da perspectiva de curto horizonte da economia orientada para o mercado ou das distrações da multitarefa pessoal". Essa linha de pensamento é o ponto de partida da Long Now Foundation, organização sem fins lucrativos que deu início ao projeto.

Continua após a publicidade

O que é o Relógio dos 10 mil anos?

Os detalhes sobre o relógio ainda são bem misteriosos: embora se saiba que terá “centenas de metros de altura”, não há informações sobre as medidas exatas. As coordenadas exatas de sua localização também não foram divulgadas. 

Embora a instalação tenha tido início em 2018, muito antes disso — em 2012 — Bezos anunciou que a equipe cavou cerca de 152 metros para o relógio.

Mas como vai funcionar? Bem, a Long Now Foundation revelou que o relógio foi projetado para exigir manutenção mínima e é alimentado por energia mecânica coletada da luz solar. O relógio marca o tempo com exibições astronômicas e um gerador de sinos projetado para produzir mais de 3,5 milhões de sequências únicas: uma para cada dia em que o relógio for visitado durante os próximos dez mil anos.

A equipe também afirma que para ver o Relógio, será preciso começar de madrugada, como qualquer peregrinação, e será necessário um dia de caminhada para chegar às engrenagens internas.

Por que dez mil anos?

"Dez mil anos é aproximadamente a idade da civilização moderna, então o Relógio medirá um futuro da civilização igual ao seu passado. Isto pressupõe que a nossa civilização esteja no meio de qualquer jornada que estejamos fazendo — uma declaração implícita de otimismo", diz o site.

Do que o Relógio é feito?

Continua após a publicidade

O Relógio é totalmente feito de materiais de longa duração, incluindo titânio, cerâmica, quartzo, safira e aço inoxidável. O futuro monumento conta com um sincronizador solar (a luz solar entra na montanha através de uma janela de safira sintética voltada para o sul, aquecendo uma câmara de ar, que move um cilindro de grafite) e um sistema de cronometragem e exibições.

A energia do sincronizador solar é alimentada em um escapamento que alimenta um pêndulo de titânio que se move lentamente. O sistema de cronometragem é impedido de se desviar por meio de correções do sincronizador solar e está conectado a uma série de displays compostos por mostradores e calendários mecânicos. "O Relógio sempre sabe que horas são, mas só mostra quando você dá corda".

Por que o Relógio do Longo Agora foi criado?

Continua após a publicidade

O argumento do time responsável pelo projeto é que "O Relógio oferece um raro convite para pensar e projetar na escala de tempo da civilização. Oferece um símbolo duradouro da nossa ligação pessoal com um futuro distante".

A ideia em si veio do cientista da computação Danny Hillis, em 1986. O primeiro protótipo (um modelo em escala agora em exibição no Museu de Ciência de Londres) foi desenvolvido enquanto Hills trabalhava como Disney Imagineer no final dos anos 1990. A proposta é que seja o computador mais lento do mundo.

"Quando você começa a pensar em construir algo que dure tanto tempo, o verdadeiro problema não é a deterioração e a corrosão, nem mesmo a fonte de energia. O verdadeiro problema são as pessoas. Se algo se torna sem importância para as pessoas, é descartado em pedaços; se se tornar importante, transforma-se num símbolo e deve eventualmente ser destruído. A única maneira de sobreviver a longo prazo é ser feito de materiais grandes e sem valor, ou perder-se", declara Hills no site oficial do Relógio.

Quando o Relógio fica pronto?

Continua após a publicidade

Ninguém sabe quando o Relógio dos 10 mil Anos vai ser concluído. O projeto financiado por Bezos não traz nenhuma previsão concreta de quando deve ficar pronto. 

Fonte: Long Now, 10,000 Year Clock, Wired (1, 2)