Como descobrir se o cadastro para o Pix está disponível em seu banco

Por Rui Maciel | 09 de Setembro de 2020 às 17h00
Captura da imagem: Rui Maciel

Um dos principais assuntos que envolvem Tecnologia no Brasil para os próximos meses diz respeito ao Pix. O sistema de pagamentos e transferências desenvolvido pelo Banco Central promete, entre outras facilidades, enviar e receber dinheiro 24 horas por dia, sete dias por semana, de forma gratuita para pessoas físicas e muito mais barato para as empresas. Com isso, operações custosas para consumidor e instituições, como o TED e o DOC, tendem a desaparecer. Além disso, a plataforma permitirá (a partir de 2021) saques em estabelecimentos comerciais, diminuindo a dependência de caixas eletrônicos.

E essas duas funcionalidades são apenas algumas das possibilidades do Pix, cujo início de funcionamento está previsto para o próximo dia 05 de novembro. Mas, por enquanto, o sistema ainda está em seus primeiros passos. E um deles é o pré-cadastro (ou registro de intenção, se preferir) das chaves - que servirão como identificador das operações - já que o cadastro oficial será feito a partir de 05 de outubro. Elas estão sendo feito feitas por bancos, fintechs e carteiras digitais interessadas em utilizar o Pix e muitas dessas instituições já vêm falando com seus clientes sobre o assunto.

Mas você sabe quais delas já vem falando sobre o tema com seus correntistas? O Canaltech entrou em contato com os cinco principais bancos do Brasil, as cinco principais fintechs, bem como as duas principais carteiras digitais do mercado e mostra se - ou como - estas instituições já vêm se comunicando com seus clientes sobre como realizar o pré-cadastro destas chaves.

Confira abaixo se a sua plataforma está entre elas:

Como fazer cadastro Pix em bancos digitais (fintechs)

Com seu DNA digital, as fintechs, sem dúvida, foram as que mais rápido se adaptaram e comunicaram aos seus clientes sobre o pré-cadastro do Pix. Tanto que as cinco principais instituições do gênero no país já estão com o processo em questão em funcionamento. Veja como elas estão realizando o procedimento:

Como fazer cadastro Pix: Banco Original

O Original é a fintech que vem usando o método mais interessante para se comunicar com seus clientes a respeito do Pix. Por meio de seu bot de atendimento, ela vem utilizando Inteligência Artificial para conversar com os correntistas sobre o pré-cadastro do Pix, oferecendo informações relevantes sobre a plataforma e tirando eventuais dúvidas - além de realizar o registro de intenção, claro.

"O maior desafio do PIX para os próximos meses é a comunicação, como informar a população em geral a respeito da plataforma", declarou ao Canaltech Raul Moreira, diretor executivo de TI, Produtos, Open Banking e Operações do Banco Original. "A população quer conversar com alguém, entender o Pix de forma mais interativa e compreender a questão das transferências instantâneas, como cadastrar celular, e-mail, CPF, etc. E a nossa Inteligência Artificial pode cumprir esse papel".

Bot do no chat do Banco realizando pré-cadastro de chaves para o Pix (Imagem: divulgação)

O bot de atendimento do Original interage com os clientes para o pré-cadastro das chaves do Pix por meio do WhatsApp, FB Messenger e o chat presente no app do banco. Além de tirar dúvidas e realizar o registro de intenção, a ideia é que o bot volte a abordar os clientes no dia 05 de outubro para confirmar se ele quer transformar a intenção no registro de chaves de modo efetivo. Para isso, ele precisa apenas apertar o botão de "OK, confirmo" para finalizar a operação.

O bot do Original voltará a interagir com o cliente em 05/10 para confirmar o cadastro das chaves (Imagem: divulgação)

Ainda de acordo com Moreira, quase 600 mil clientes do Original já fizeram as interações com o bot do banco para realizar o procedimento. O balanço final do número de clientes que concordou com o pré-cadastro será divulgado no final de setembro. Além disso, o Original ainda afirma que transações via Pix poderão utilizar a biometria facial para serem realizadas

Como fazer cadastro Pix: Neon

O Neon iniciou nesta quarta-feira (9) o pré-cadastro para chaves do Pix. De acordo com a instituição, usuários do tipo pessoa física da Neon podem cadastrar CPF, e-mail ou número de celular para registrar as chaves que serão usadas para identificar suas contas na plataforma do BC.

O Neon informa que os dados enviados pelo usuário durante o pré-cadastro serão cadastrados automaticamente em sua conta Neon no dia 5 de outubro, quando o Banco Central começará a efetivar as chaves. Vale lembrar que cadastrar uma chave permite que, com apenas um dado, como o número de telefone, o recebedor é identificado e a transferência é realizada para a conta à qual a chave é vinculada.

Como fazer cadastro Pix: Nubank

Na última semana, o Nubank também passou a efetuar o pré-cadastro das chaves do Pix. No app da fintech, há um botão específico para a função. Ao clicar nele, o usuário poderá escolher que tipo de chave ele quer usar como identificador (e-mail, CPF ou número do celular). Feito isso, ele receberá um e-mail de confirmação do pedido e especificando quais chaves foram pedidas para o registro do dia 5 de outubro.

O Nubank também já iniciou o processo de pré-cadastro (Foto: Camila Rinaldi)

O Nubank informa que, a partir deste dia, seu cliente será avisado sobre o seu pedido de registro de chaves. Já em 5 de outubro, o usuário poderá ver quais chaves registrou na fintech, editá-las, registrar novas chaves e até remover alguma, se desejar.

Feito isso, é só esperar até novembro para começar a usar o Pix. O Nubank afima que manterá o usuário informado sobre os próximos passos do sistema, a partir de notificações no aplicativo.


Como fazer cadastro Pix: Banco Inter

Assim como o Nubank,o Banco Inter também já iniciou o processo de pré-cadastro para o Pix junto aos seu clientes. O botão para o procedimento está localizado no app da fintech, com o alerta "Entre no pré-cadastro do Pix". Ao acessá-lo, o usuário deve aceitar os termos de utilização e confirmar. Com isso, apenas o CPF poderá ser usado como chave.


Como fazer cadastro Pix: C6

O Canaltech entrou em contato com o C6 sobre como será seu processo de pré-cadastro para o Pix. No entanto, ao contrário de seus concorrentes, a fintech afirmou que não está realizando o procedimento. Por e-mail, a instituição afirma que "em sua visão, o cadastramento começa dia 5 de outubro, data oficial do Banco Central".

C6 - fintech fará cadastro para o Pix apenas a partir de outubro (Imagem: Rui Maciel)

No app da fintech, é possível acessar opções de conteúdo sobre o Pix, mais precisamente em notificações. Ao clicar nela, o usuário o redirecionado para o perfil do banco digital no Instagram, que traz uma publicação específica sobre o tema.

Como fazer cadastro Pix em bancos tradicionais

Ainda que não apresentem a mesma agilidade das fintechs, e com a possibilidade de perder receitas com o fim do DOC e do TED, além de outras operações, os "bancões" também estão de olho no potencial do Pix. Por isso, ainda que de forma discreta (com exceção do Santander), eles também estão cadastrando seus clientes para a plataforma.

Como fazer cadastro Pix: Bradesco

A exemplo das fintechs, o Bradesco já conta com um botão dedicado em seu app para que os usuários façam o pré-cadastro do Pix. Ele está localizado na terceira fileira dos serviços do aplicativo. Ao clicar nele, ele receberá uma breve explicação sobre o serviço e, ao clicar em "Continuar", ele já visualizará quantas chaves ele deseja cadastrar (Celular, e-mail e/ou CPF). Feito isso, ele receberá a confirmação do registro de intenções.

Pix no Bradesco: processo semelhante as fintechs (Imagem: Rui Maciel)

Como fazer cadastro Pix: Banco do Brasil

Em comunicado enviado ao Canaltech, o Banco do Brasil afirma que iniciou a divulgação do Pix aos seus clientes por meio dos seus canais de comunicação proprietárias e em redes sociais. "A abordagem tem como objetivo levar entendimento sobre o que é, como vai funcionar e os benefícios da solução aos clientes e usuários de serviços financeiros, para que quando iniciado o cadastramento, em outubro, os clientes já entendam o que é o Pix", afirma o texto.

Pré-cadastro do Banco do Brasil para o Pix (Imagem: Rui Maciel)

O texto enviado pelo BB afirma ainda que "o usuário é incentivado a atualizar o seu cadastro, tanto pelo app quanto pelo internet banking. Todas as informações sobre o Pix estão disponíveis em bb.com.br/pix. No hotsite, também está disponível a opção de registro de interesse no Pix para clientes pessoas físicas. Em breve, a funcionalidade também poderá ser utilizada pelos clientes pessoas jurídicas, pelo mobile e Solução Digital PJ".

Como fazer cadastro Pix: Santander

O Santander, entre os grandes bancos, foi o que mais fez barulho com o Pix, a partir do lançamento do SX, uma plataforma baseada no sistema do Banco Central e que teve até a Ana Paula Arósio como garota propaganda.

Descrito como "o Pix especial do Santander", a solução é "Powered by Pix", ou seja, realiza transferências e pagamentos usando a plataforma do Banco Central por trás, mas com a interface do Santander exibida ao usuário. E que traz ainda alguns produtos do banco, como 10 dias sem juros no cheque especial.

Para se cadastrar no SX, o correntista do Santander pode utilizar o hot site do produto. A seguir, ele precisa informar o seu CPF, bem como a seha do Internet Banking. Na sequência, basta cadastrar os dados que ele quer usar como chave - que podem ser até cinco.

Site do SX, do Santander: banco vem promovendo sua solução para o Pix com barulho (Captura: Rui Maciel)

Como fazer cadastro Pix: Itaú

Até o momento, o Itaú ainda não havia se manifestado sobre a possibilidade de realizar o pré-cadastro das chaves do Pix para os seus correntistas. No entanto, ao visitar o hot site do banco sobre a plataforma, um texto na página afirma:

Aguarde, a partir do dia 5 de outubro será possível realizar o cadastro da sua chave Pix, antes mesmo do lançamento dessa nova forma de pagar e receber.

Logo, a exemplo do C6, é possível que o banco não realize tal procedimento até a data em questão.

O Canaltech entrou em contato com a assessoria do Itaú para coletar mais informações a respeito de um eventual pré-cadastro para o Pix, mas, até o fechamento desta matéria, o banco não havia se pronunciado. Atualizaremos a reportagem assim que a instituição se posicionar.

Como fazer cadastro Pix: Caixa Econômica Federal

O Canaltech entrou em contato com a assessoria da Caixa Econômica Federal para saber se o banco realizará (ou já realiza) algum tipo de pré-cadastro para o Pix. No entanto, até o fechamento desta matéria, a instituição não havia se pronunciado. No site do banco, também não há qualquer menção ao procedimento.

Atualizaremos a reportagem assim que a instituição se posicionar.

Como fazer cadastro Pix em carteiras digitais

De olho no público desbancarizado, as carteiras digitais também preparam a sua integração junto ao Pix. Isso porque, mesmo aqueles que não possuem conta em banco poderão utilizar os benefícios da solução do BC a partir de suas contas nas principais plataformas do gênero.

Como fazer cadastro Pix: Mercado Pago


O Mercado Pago já deu início às comunicações que convidam seus clientes para realizarem o pré-cadastro das chaves do usuário, destinadas às transações no Pix. No app da carteira digital já é possivel visualizar a opção, mais precisamente no menu "Descubra mais". Isso vale tanto para o consumidor, quanto o vendedor.

Ao clicar na opção de pré-cadastro do Pix, o usuário recebe uma breve explicação sobre o que a plataforma do BC proporcionará. Na sequência, basta clicar no botão "Fazer pré-cadastro" e, na sequencia, escolher os dados que você quer usar como chaves.

Pix no Mercado Pago: carteira digital já se prepara para plataforma (Imagem: Rui Maciel)

O Mercado Pago afirma que no dia 5 de outubro, quando inicia o período efetivo de cadastro, a plataforma entrará em contato para realizar a confirmação. Além disso, ela afirma que está desenvolvendo uma série de conteúdos educativos a fim de explicar o funcionamento do Pix e todas as suas vantagens, como redução de custos para transações e compras, tanto para consumidores quanto para vendedores.

Como fazer cadastro Pix: PicPay

O PicPay já confirmou que também usará o Pix como forma de realizar pagamentos e transferências dentro de seu ecossistema. Contatada pelo Canaltech, a empresa afirma que disponibilizou o pré-cadastro para todos os usuários nesta semana. A ação foi feita através de um push no próprio aplicativo, que traz um conteúdo, que explica o que é o PIX e como ele deve mudar os pagamentos instantâneos.

O usuário pode escolher usar como chave o CPF, e-mail ou telefone – ou os três, caso esses dados não sejam cadastrados no PIX em outra instituição. Além disso, a empresa afirma que que se o cliente utilizou, por exemplo, o seu CPF como chave Pix no PicPay, não será possível usar o CPF como chave Pix em outra instituição.

O PicPay lançou também uma landing page, com conteúdos sobre a plataforma e que pode ser acessada aqui.

Ampla adesão ao Pix

Se o seu banco não apareceu nesta matéria, não se preocupe. Ele, muito provavelmente também fará parte da "Família Pix". No dia 16 de junho, o Banco Central informou que o PIX já conta com ampla adesão. A instituição liberou a lista de instituições interessadas no uso da plataforma e que já estão testando seus sistemas para oferecer o novo serviço de pagamentos e transferências. Entre elas, estão grandes bancos, como Bradesco, Itaú, Banco do Brasil e Santander, bem como fintechs, como Nubank e PicPay.

Ao todo, 980 instituições financeiras e de pagamento estão participando da etapa de homologação e testes. Há uma grande variedade de tipos de entidades que desejam ofertar o PIX. Bancos, cooperativas e fintechs, por exemplo, estão nesse grupo. O resultado mostra o grande interesse do mercado em oferecer este novo meio de pagamento e que conta com a regulamentação do BC.

Quase mil instituições financeiras já aderiram ao Pix (Imagem: Banco Central)

Primeiro, bancos com mais de 500 mil clientes vão operar com a nova tecnologia. Atualmente, 34 instituições integram este grupo. O prazo para solicitar a adesão terminou em 1º de junho. Ainda que as instituições tenham realizado o cadastro, a participação das mesmas no PIX é facultativa. Uma nova janela de inscrições será aberta em dezembro deste ano.

A plataforma também aceitará transações com criptomoedas como o Bitcoin. Além disso, a instituição afirmou que empresas de criptoativos também poderão participar da plataforma, sem sofrer nenhuma restrição. No mais, as instituições de pagamento não reguladas pelo BC participam mediante contratação de participante responsável, que avaliará a capacidade técnico-operacional e a integralização do capital mínimo requerido, além de atuar como liquidante.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.