Samsung e AMD firmam parceria para placas gráficas em smartphones

Por Felipe Ribeiro | 04 de Junho de 2019 às 12h12
AMD

A AMD e a Samsung fecharam nesta segunda-feira (3) um acordo de licenciamento de tecnologia gráfica. A parceria prevê que a gigante sul-coreana passe a utilizar o poderio da AMD em seus futuros chips para dispositivos móveis, tendo como base a recém-anunciada arquitetura gráfica RDNA. Espera-se que as GPUs sejam incluídas nos chipsets Exynos baseados em ARM.

O acordo coloca tecnologia gráfica da AMD em mais uma plataforma gigante, para dizer o mínimo. Quando a maioria das pessoas pensa em gráficos Radeon, eles pensam em placas gráficas de desktop ou laptop, mas a tecnologia também é usada em consoles de videogame, como o PS4 e o Xbox One, e também será usada no serviço de jogos em nuvem Stadia, da Google. Talvez o mais surpreendente é que a tecnologia gráfica da empresa norte-americana também pode ser encontrada em certos chipsets produzidos por sua rival Intel.

A arquitetura RDNA provavelmente substituirá as GPUs Mali da ARM que a Samsung usa atualmente em seus chips Exynos, o que significa que a tecnologia pode não chegar a todos os países nos quais a Samsung vende seus celulares.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Imagem: Amelia Holowaty Krales / The Verge

A fabricante sul-coreana tende a lançar telefones com diferentes chipsets em países diferentes. O Galaxy S10 vendido no Brasil, por exemplo, não dispõe dos chipsets Qualcomm Snapdragon 855, encontrados nos aparelhos vendidos nos EUA, Canadá, China, Japão e toda a América Latina.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.