Qualcomm: nunca existiu exclusividade do Snapdragon 835 para Samsung

Por Leandro Souza | 28.02.2017 às 16:54 - atualizado em 01.03.2017 às 08:46

Uma das maiores surpresas do MWC 2017 aconteceu nesta segunda-feira (28), quando a Sony anunciou seu novo top de linha, o Xperia XZ Premium, contando com o novíssimo chipset da Qualcomm Snapdragon 835. Qual o motivo da surpresa? Até então, muitos acreditavam que o primeiro smartphone a ser anunciado com o 835 seria o Samsung Galaxy S8. Inclusive, muitos rumores apontavam isso como certo.

Entretanto, para a Qualcomm, nunca existiu nenhuma exclusividade, nem sequer temporária, do Snapdragon 835 para a empresa sul-coreana. Segundo Cristiano Amon, vice-presidente mundial da empresa, os rumores foram completamente infundados.

"Não existe exclusividade nenhuma com o (Snapdragon) 835. Onde que vocês tiraram isso?", respondeu de forma taxativa o executivo brasileiro à reportagem do Canaltech

Com esta declaração, Amon espantou rumores sobre um possível favorecimento da Samsung no lançamento do 835. Empresas como a HTC chegaram a afirmar abertamente que adiariam o lançamento de seus próximos smartphones premium para depois de abril, devido à concentração da demanda do chip para o Galaxy S8. De qualquer forma, parece que a Sony não foi afetada por isso.

A resposta da Qualcomm também levanta questões sobre a decisão da LG em não usar o melhor processador possível para o seu novo top de linha, o LG G6, que virá com o Snapdragon 821. Segundo a LG, a escolha por um chipset anterior servirá para aumentar a "proposta de valor" do aparelho. Mesmo assim, a empresa revelou o aparelho chegará às lojas sul-coreanas por 899,800 won, cerca de R$ 2,46 mil em uma conversão direta sem considerar os impostos locais, o que poderá tornar o aparelho muito mais caro.

* A cobertura da MWC tem o apoio da Alcatel e FS.