Nvidia RTX 3080 fica 35% mais barata após rumores da redução de preços das GPUs

Nvidia RTX 3080 fica 35% mais barata após rumores da redução de preços das GPUs

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 18 de Março de 2022 às 13h35
Nvidia

Um dia após os rumores sobre a redução dos preços das GPUs da Nvidia, alguns modelos tiveram uma considerável queda em alguns mercados. Na Austrália, a poderosa placa de vídeo GeForce RTX 3080 teve um corte de 35% no preço final para o consumidor.

Conforme o Hardware Unboxed, a RTX 3080 caiu de 2.299 dólares australianos (cerca de R$ 8.580 na atual conversão) para 1.499 dólares australianos (~R$ 5.545). Esse pode ser um indicativo do início da queda dos preços das GPUs em alguns mercados após o longo período inflacionado.

Recentemente, fontes da indústria sugeriram que a Nvidia teria reduzido o preço das GPUs entre 8% e 12% para a venda para marcas parceiras da fabricante.

Então, a surpresa é que, embora esse corte pudesse refletir nos preços do varejo, o ajuste não seria proporcional à redução dos preços de custo.

Versão da GeForce RTX 3080 com 12 GB de RAM foi lançada em janeiro deste ano (Imagem: Divulgação/Nvidia)

“Descarte” de estoque

Segundo o WCCFTech, a queda dos preços das GPUs pode ser uma movimentação de muitos varejistas para diminuir os estoques. No caso, as lojas poderiam estar vendendo os produtos a preço de custo para estimular uma queda maciça dos preços globais das placas.

Isso está relacionado com a fusão da moeda digital Ethereum 2.0 no segundo semestre deste ano. Essa ação reduzirá pela metade a lucratividade da mineração de criptomoedas, dobrando o retorno do investimento nos componentes.

Com isso, muitos mineradores podem deixar de investir ou reduzir as operações. Ao mesmo tempo, o número de placas de vídeo de segunda mão deve crescer e afetar o preço global dos produtos.

Então, após dois longos anos de valores inflacionados, os preços das GPUs devem finalmente ter uma queda nos próximos meses. Entretanto, alguns pontos devem ser considerados por quem pretende adquirir uma placa gráfica nova.

Novas GPUs Arc Alchemist serão anunciadas ainda em março (Imagem: Divulgação/Intel)

Cautela na hora da compra

Nos últimos anos, a escassez mundial de chips e a busca por GPUs para mineração de criptomoedas fez os preços dos componentes dispararem. Apesar da queda dos valores ser uma boa notícia, esse ainda não é momento apropriado para comprar uma placa gráfica.

Segundo especialistas, a redução dos preços de custos ainda pode demorar para afetar o varejo. Além disso, os valores estão tão inflacionados em vários mercados que ainda precisam de uma queda considerável para chegar aos preços “reais” dos produtos.

Outro ponto levantado é que a Nvidia, a Intel e a AMD lançarão novas placas de vídeo para jogos em 2022. Sem problemas de estoques, existe a possibilidade desses novos produtos com desempenho superior estrearem com valores mais “realistas” em determinadas regiões.

Infelizmente, a redução dos preços deve ter pouco impacto no Brasil por conta da desvalorização do real frente ao dólar americano. De certa forma, os novos ajustes não devem interferir nos valores do varejo e seguir limitando o acesso aos componentes.

Fonte: Hardware Unboxed, TechRadar, WCCFTech

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.