MediaTek confirma planos de lançar plataforma gamer de baixo custo

Por Felipe Junqueira | 13 de Janeiro de 2020 às 13h40
Android Community
Tudo sobre

MediaTek

Saiba tudo sobre MediaTek

Ver mais

Smartphones gamer foram uma das novas ondas que surgiram em 2019, graças, principalmente, aos chips Snapdragon 730G e Helio G90T, de Qualcomm e MediaTek, respectivamente. E os planos para 2020 incluem expandir essas linhas, ao menos no lado da empresa taiwanesa. Além do anúncio de um chipset 5G de baixo custo, ela confirmou que está trabalhando em um modelo inferior ao G90T, focado, principalmente em smartphones intermediários e de baixo custo.

Depois de informações oficiais e não oficiais circularem pela web sobre um suposto Helio G70, o diretor sênior da MediaTek, Yenchi Lee confirmou ao site Android Authority que a nova plataforma gamer a ser anunciada em breve ficará abaixo da série G90, tanto em performance quanto em eficiência energética. “Definitivamente, é inferior ao G90T, é mais voltado às massas”, teria dito, sem revelar o nome oficial do processador, mas adicionando que saberíamos mais sobre o produto “em breve”.

Claro que não há nenhuma outra informação oficial sobre o chipset, mas rumores apontam para uma CPU de oito núcleos, sendo dois deles Cortex-A75 e outros seis Cortex A-55. Para efeito de comparação, a série G90 só tem de diferente os núcleos mais potentes com arquitetura Cortex-A76. Mas não dá para saber até que ponto o processamento será inferior apenas com essas informações. A GPU, ainda de acordo com os rumores, seria uma Mali-G52 MC2.

Helio G90T já é um chipset gamer intermediário (Foto: Divulgação)

Para o caso de alguém estar otimista para com a possibilidade de ver a construção com divisão em três clusters, já pode desistir. A MediaTek confirma que vai utilizar essa tecnologia no futuro, mas no momento certo. “Acho que vamos continuar a fazer essa tecnologia de cluster triplo, e vocês vão vê-la em um futuro próximo”, declarou Lee.

Os três clusters já estão presentes nos chips da Qualcomm, mais precisamente nos Snapdragon 865 e 765, anunciados no final do ano passado. Trata-se de uma divisão em um núcleo maior, um médio e outro menor. A MediaTek anunciou recentemente as plataformas Dimensity 1000 e 800 e nenhuma delas conta com essa tecnologia ainda.

Outra novidade que a Qualcomm trouxe no final do ano é a atualização da GPU via Google Play Store, que traria melhorias e correções ao chip gráfico sem a necessidade de aguardar pela atualização do sistema. A MediaTek também está trabalhando nisso para o futuro próximo.

“Não temos uma previsão ainda. Precisamos ter certeza de trabalhar com nossos parceiros para fornecer isso”, concluiu Lee.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.