Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Intel pode mudar nome de seus processadores para a 12ª geração

Por| 30 de Julho de 2020 às 23h30

Link copiado!

WCFTech
WCFTech
Tudo sobre Intel

A Intel pode adotar uma nova nomenclatura para seus processadores de 12ª geração, até agora conhecidos como Alder Lake na 12ª. O site PC Gamer encontrou o registro de um novo logo da marca chamada Intel Evo.

A imagem mostra somente o nome Evo, sublinhado com “powered by Core”. Ou seja, há indícios de que a arquitetura ainda vai trabalhar com o sistema atual de núcleos da Intel. Além disso, o logo é relativo a um i5 da empresa.

Continua após a publicidade

Todas as informações a respeito da família Alder Lake ainda são rumores. Logo, é preciso ir com calma aqui. As especulações são de uma grande mudança para a 12ª geração (vale lembrar que a atual é a 10ª) de processadores, em que a Intel trabalharia com núcleos de tamanhos diferentes. Logo, o reforço de “powered by Core” faria sentido.

Ela usaria os núcleos maiores (este seriam os núcleos semelhantes aos atuais) para processamento mais pesado, deixando os menores para ações mais leves. Assim, conseguiria fazer um gerenciamento de energia melhor. A especulação — aqui já indo no limite da interpretação — é de que as divisões e diferentes tons de cores do logo (cinza-escuro e claro) representassem esses diferentes núcleos.

Contudo, a teoria não faz tanto sentido quando tratamos de processadores para desktops. O gerenciamento de energia é especialmente importante no setor mobile, o que inclui notebooks, já que é preciso balancear desempenho e demanda por energia por conta da bateria.

A companhia planeja para o fim deste ano o lançamento da 11ª geração de CPUs, chamada Tiger Lake. A Intel também anunciou o adiamento de chips com litografia de 7 nm, o que o só vai acontecer em 2021.

Fonte: PC Gamer