Galaxy S22 FE e S23 não devem ter versões com chips da MediaTek

Galaxy S22 FE e S23 não devem ter versões com chips da MediaTek

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 13 de Abril de 2022 às 10h10
Samsung

Recentes rumores sugeriam que o Galaxy S22 FE e a linha Galaxy S23 poderiam ter versões com processadores MediaTek. Agora, novas informações citam que a Samsung não planeja adotar outros chipsets além do Exynos de sua própria divisão e do Snapdragon da Qualcomm nos próximos lançamentos.

Na semana passada, rumores sugeriram que a Samsung estaria estudando adotar chipsets da MediaTek nos próximos celulares da linha principal. Conforme a mídia sul-coreana, a fabricante estaria impressionada com o desempenho do Dimensity 9000 da empresa taiwanesa.

Entretanto, o leaker Yogesh Brar publicou um tuíte citando que a linha Galaxy não deve ganhar versões com chips da MediaTek por enquanto. Com isso, o Galaxy S22 FE e o Galaxy S23 devem estrear com chips Snapdragon ou Exynos, dependendo do mercado.

Leaker Yogesh Brar indica que a Samsung não tem planos para adotar os chipsets da MediaTek(Imagem: Reprodução/Twitter)

Segundo o informante, a Samsung não tem planos para adotar os processadores da MediaTek no futuro e nem estaria avaliando essa decisão nesse momento. Entretanto, a possível mudança ainda não foi totalmente descartada pela fabricante sul-coreana.

Possíveis cenários com chips da MediaTek

Os primeiros rumores indicavam que a marca poderia adotar os chipsets Dimensity em modelos lançados no mercado asiático. Então, os chips Snapdragon e Exynos continuariam a alimentar os celulares distribuídos em outras regiões, como Europa, EUA e Brasil.

Após os problemas de aquecimento e desempenho das plataformas da própria Samsung e da Qualcomm nos modelos Galaxy S22, a fabricante estaria buscando uma terceira alternativa. Então, os processadores da MediaTek poderiam atender essa necessidade.

Outro possível cenário seria a substituição de todos chipsets Snapdragon por modelos Dimensity, mas os processadores Exynos seriam mantidos como segunda opção. Uma escolha que encerraria a longa parceria entre a Samsung e a Qualcomm.

É importante dizer que a Samsung não confirmou nenhuma dessas informações até o momento. Então, os possíveis detalhes da transição de processadores ainda devem ser tratados apenas como rumores.

Fonte: Twitter/Yogesh Brar, GizmoChina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.