Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Empresas chinesas adaptam RTX 4090 de notebook para desktop

Por| Editado por Jones Oliveira | 22 de Janeiro de 2024 às 17h09

Link copiado!

Nvidia
Nvidia
Tudo sobre Nvidia

Algumas empresas chinesas estão desmontando GPUs NVIDIA GeForce RTX 4090 e RTX 4080 de notebooks e utilizando os chips em placas de vídeo adaptadas para desktop. Os modelos com projetos adaptados utilizam PCBs e soluções térmicas mais simples e, naturalmente, não têm suporte oficial da NVIDIA.

As placas montadas a partir de RTX 4080 móveis removidas de notebooks gamer foram identificadas em e-commerces regionais por aproximadamente 3.000 Yuans (R$ 2 mil em conversão direta). Até o momento, apenas um vendedor parece ter a versão com uma RTX 4090M adaptada, esta, sim, bem mais cara, custando o equivalente a R$ 9,5 mil.

Continua após a publicidade

Mercado paralelo de desmanche

Com as restrições do governo estadunidense para exportação de GPUs com possíveis aplicações de IA e HPC para a China, o desmanche de placas vem se tornando uma prática recorrente. Assim que as sanções mais recentes entraram em vigor, praticamente todo o estoque de placas RTX 4090 destinado ao público gamer foi adquirido por empresas que desmontaram as GPUs e criaram placas adaptadas para servidores de IA.

Esse desabastecimento, naturalmente, está apresentando novos impactos, levando que um processo similar ocorra com os chips para notebooks. Mesmo sendo GPUs com muitas restrições quando comparadas às de desktop, as RTX 4080M e 4090M ainda são placas bastante competentes.

Continua após a publicidade

O maior problema é que, por se tratar de um mercado paralelo de desmanche, as placas adaptadas não possuem garantia, suporte, ou mesmo drivers oficiais. Isso implica em depender da boa vontade das empresas que realizaram as adaptações para fornecer suporte limitado e drivers adaptados para que as GPUs rodem em desktops.

Em compensação, pelo menos por enquanto, a NVIDIA parece não se incomodar com esses produtos clandestinos e não demonstrou interesse em combater a prática ativamente, mas parece estar tentando se reaproximar do mercado chinês.

Fonte: VideoCardz