Perfis do DJ Alok no YouTube e Twitter foram hackeados na tarde de hoje (27)

Perfis do DJ Alok no YouTube e Twitter foram hackeados na tarde de hoje (27)

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 27 de Agosto de 2021 às 17h34
Reprodução/Alok

*Atualizado às 19h15 desta sexta-feira (27), com as respostas do YouTube e do Twitter.

As páginas de YouTube e Twitter do DJ brasileiro Alok foram hackeados na tarde desta sexta-feira (27). Houve uma mudança de comportamento dos dois perfis. A conta do YouTube postou um vídeo sobre como ganhar criptomoedas, com o título "CARDANO ADA - GET READY FOR NEW BULL RUN! CARDANO NFT PROJECTS KEY ADVANTAGES". A área principal também estava em branco, e apenas cinco vídeos constavam no canal, que conta com 6,14 milhões de inscritos.

A Cardano é uma plataforma de blockchain e Ada é o nome de sua criptomoeda. A tradução do título do incomum vídeo seria algo como "Cardano Ada - Esteja pronto para a nova corrida de touros [jargão para mercados em crescimento rápido]! Projetos em Cardano NFT (sigla para token não-fungível), principais vantagens".

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: Captura de tela/Ruancarlo Silva)

O vídeo foi visto por poucos minutos na página de Alok, mas já foi retirado. Por um tempo, a imagem de avatar da página também ficou em branco, restando apenas o "A" de Alok; um procedimento padrão do YouTube quando o usuário ainda não colocou material gráfico ou apagou a anterior sem substitui-la.

Além disso, a conta de Twitter de Alok postou um tuíte dizendo: "The most legendary event from Elon Musk has started. I prepared for it for a long time :) Come??", seguido de um link — a tradução livre seria "O mais lendário evento de Elon Musk começou. Estou preparado para isso há bastante tempo :) Vamos??". A reportagem tentou realizar uma captura de tela, mas a postagem já havia sido apagada — antes disso, estava neste link.

Às 17h33, Alok tuitou novamente para informar que obteve novamente o controle dos perfis. "Invadiram as minhas contas e um bot publicou um site que pode ser malicioso. Evitem acessos em sites estranhos publicados recentementes por alguma conta minha. Tudo está normalizado agora. ;)". Além disso, os demais vídeos da sua conta no YouTube foram restaurados.

"Cardano ADA", um dos resquícios do ataque (Imagem: Captura de Tela/Canaltech)

Posicionamento do YouTube e do Twitter

O Canaltech entrou em contato com o YouTube e o Twitter sobre o assunto, e ambas as empresas deram respostas, digamos, evasivas.

A assessoria nacional do YouTube emitiu o seguinte comunicado: "Checamos por aqui e não houve nenhuma ação por parte do YouTube no canal do Alok. Recomendamos que vocês chequem a informação diretamente com o artista ou sua gravadora".

Já a assessoria do Twitter se limitou a dizer que ainda vai trabalhar mais na apuração antes de se posicionar.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.