Game of Thrones tem perfis no Twitter e Facebook hackeados

Por Redação | 17 de Agosto de 2017 às 12h10

Mais um dia, mais uma notícia de invasão à HBO. Desta vez, foram as contas oficiais de Game of Thrones no Twitter e Facebook que se tornaram alvo de hackers, que assumiram controle dos perfis para, por incrível que pareça, divulgar seus serviços de proteção e segurança da informação.

A responsabilidade pela invasão foi atribuída ao grupo OurMine, reconhecido por realizar atos desse tipo. Teoricamente, eles são “hackers do bem”, que não realizam ataques ou roubo de dados, mas fazem questão de demonstrar às empresas, publicamente, que sua segurança não é das melhores. Isso foi demonstrado em mensagem no Twitter, seguida logo depois por uma provocação, usando a hashtag #HBOHacked.

A palavra-chave começou a ser usada há algumas semanas por outro grupo, esse sim com objetivos bem mais escusos. Após o roubo de 1,5 TB de dados, com direito a roteiros de episódios de Game of Thrones, capítulos completos de séries e temporadas que ainda nem estrearam, informações pessoais de atores e e-mails confidenciais, um grupo de criminosos solicitou um resgate milionário, que não foi atendido, o que tem motivado vazamentos constantes de dados da companhia.

Pelo menos na teoria, a invasão às redes sociais da HBO não tem relação com esse caso – mas, logicamente, pode ter sido motivado por ele justamente devido à crise de segurança da informação pela qual o canal passa. Nas últimas semanas, dois capítulos de Game of Thrones vazaram na internet a partir de distribuidoras internacionais da rede dias antes de serem exibidos oficialmente.

A HBO recuperou as contas menos de uma hora depois do ocorrido, deletando as mensagens postadas pelos hackers. Oficialmente, entretanto, a empresa disse apenas que está “investigando o caso”, sem comentar se entrou em contato com os invasores, conforme solicitado pelos próprios, ou se a brecha da vez também foi refletida em outros sistemas internos da companhia.

O grupo OurMine é conhecido de quem acompanha o noticiário de tecnologia, principalmente no que toca a segurança da informação nas redes sociais. Eles também já foram os responsáveis por invadir contas da Netflix, NFL e do CEO da Google, Sundar Pichai. Além disso, em um dos casos mais bizarros, os hackers publicaram falsas mensagens sobre a morte da cantora Britney Spears após obterem acesso aos perfis da gravadora Sony Music Global.

Fonte: BGR