Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Qual a diferença entre Pix e Drex?

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 09 de Agosto de 2023 às 11h39

Link copiado!

Mufid Majnun/Unsplash
Mufid Majnun/Unsplash

O anúncio da nova moeda digital brasileira a ser emitida pelo Banco Central suscitou dúvidas em relação à diferença entre Pix e Drex. Apesar de serem produtos criados pelo Banco Central do Brasil com base tecnológica e finalidades financeiras, os recursos são bem diferentes em essência e na prática.

Diferença entre Pix e Drex

De forma direta: enquanto o Pix é um sistema de transações instantâneas, o Drex é a moeda digital oficial do Brasil com valor atrelado ao Real.

Continua após a publicidade

O Pix é um meio que possibilita fazer transferências e pagamentos. Já o Drex é o "Real digital" que será disponibilizada em carteiras virtuais até o fim de 2024.

Fazer um Pix com Drex

O Drex não substitui o Pix. Na verdade, o sistema de transação instantânea poderá ser utilizado para fazer um pagamento em Drex. Ou seja, em vez de “fazer um Pix” em Real, será possível “fazer um Pix” com valores Drex.

O Real no digital

Continua após a publicidade

Também chamado de Real Digital, o Drex é uma representação da moeda brasileira em ambiente exclusivamente virtual e em formato tokenizado. O recurso acompanha as tendências financeiras para a Web 3.0 e abre novas possibilidades de serviços aos usuários.

O Drex é um CBDC — sigla em inglês que significa Moeda Digital do Banco Central. No mundo, 11 países já lançaram suas moedas digitais, enquanto mais de 100 nações já exploram essa modalidade em diferentes níveis de pesquisa e projeto.

Com emissão e regulação do Banco Central do Brasil, o Real Digital poderá ser usado para pagar contas, fazer transferência e até mesmo ser trocado por dinheiro em espécie. Dessa forma, o Drex poderá ser usado de maneira similar ao Real convencional como uma moeda oficial do país.

Continua após a publicidade

A diferença é que o Drex vai facilitar o acesso a novos serviços financeiros, como os contratos inteligentes (smart contracts) através de uma nova infraestrutura tecnológica, em formato tokenizado e baseado em blockchain.

A moeda digital promete ainda democratizar o acesso a empréstimos, seguros, investimentos e compra de títulos públicos.

Para saber mais sobre o Real Digital, veja o que é Drex, a nova moeda digital do Brasil e saiba como o CBDC se diferencia das criptomoedas.