Cisco fecha acordo com Ministério da Ciência para investimentos em digitalização

Por Wagner Wakka | 27 de Maio de 2020 às 19h00
Reprodução/Cisco
Tudo sobre

Cisco

Saiba tudo sobre Cisco

Ver mais

A Cisco e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) assinaram nesta quarta-feira (27) um acordo de colaboração mútua no programa batizado de "MCTIC e Cisco: Acelerando a Transformação Digital". Com isso, a empresa se compromete a oferecer tecnologias e conhecimento para o avanço da digitalização de setores-chave da economia.

A parceria tem foco em desenvolvimento de algumas principais áreas como a ampliação da indústria 4.0, educação, ampliação de infraestrutura digital, digitalização do governo e fortalecer as capacidades de cibersegurança.

O tema "Educação" foi um dos principais destaques da fala do presidente da Cisco no Brasil, Laércio Albuquerque. “Além da educação básica, também pensamos na educação digital, que é preparar a população para os empregos que serão criados com as mudanças digitais. O futuro do trabalho também é ter trabalho para todo mundo no futuro”, lembrou.

Pontos principais de desenvolvimento digital em foco pela Cisco (Foto: Reprodução/Cisco)

A Cisco já vem trabalho junto aos governos federais, estaduais e municipais para tentar mitigar problemas de acesso à tecnologia por conta do isolamento social. “Exemplo no judiciário, em que pudemos auxiliar para que as ações do judiciário pudessem voltar às suas atividades. Através de tecnologia de ação conjunta, houve o primeiro o julgamento online do STF feito com sucesso”, comemora Albuquerque.

A parceria entre o MCTIC e a Cisco é um desdobramento de um trabalho maior da empresa, em nível internacional. Chamado Country Digital Acceleration, o projeto é feito em 34 países nos quais ela faz um levantamento de informações para identificar em quais áreas pode investir e colaborar junto à iniciativa pública.

Laércio Albuquerque, presidente da Cisco do Brasil (Reprodução/ Cisco)

Quais projetos? 

O acordo de três anos prevê o desenvolvimento de 32 projetos com o MCTIC. A companhia ainda não assinou o fechamento de todos os projetos do programa, de forma que ainda não pode divulgar todas as iniciativas. Contudo, já apresentou algumas em andamento.

Uma delas é a participação da Cisco no MCTIC Torre, um sistema de levantamento de digital, para coletar informações e dados sobre ciência, tecnologia e inovação. A ideia é que ela seja uma plataforma de big data que vai permitir ao MCTIC ver em tempo real dados de pesquisa, inovação e até capacitação de novos trabalhadores em tecnologia.

Outra inciativa diz respeito a projeto de educação conectada. A Cisco está criando um protótipo para propor um modelo de escola digital no Brasil a ser anunciado em breve.

Um outro setor do projeto será para indústria 4.0, com a criação ao de um centro de experiência para dar suporte a empresas com capacitação de profissionais e oferta de tecnologias. Com essa iniciativa, a Cisco pretende apoiar a formação de 2 mil profissionais nos próximos três anos. O setor de cibersegurança também será um dos espaços de investimento com programa de cibersegurança.

A Cisco não vai expor números de investimentos, mas garante que o acordo não permite compras do governo relacionadas à empresa. Caso haja necessidade de aquisição de produtos da Cisco, isso será feito por licitação.

A assinatura do acordo contou com a participação Marcos Pontes, o secretário-executivo do MCTIC, Julio Semeghini, o secretário de Empreendedorismo e Inovação, Paulo Alvim, o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, e os executivos da Cisco Guy Diedrich, vice-presidente global de inovação, John Kern, vice-presidente sênior e country sponsor do Brasil, Jordi Botifoll, presidente da Cisco América Latina e Vice-Presidente Sênior de Américas, e Laércio Albuquerque, presidente da Cisco do Brasil.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.