As 8 Principais Tendências para os CIOs em 2017

Por Colaborador externo | 26 de Janeiro de 2017 às 16h05
photo_camera http://socialcoach.com.br/coaching-de-carreira/coaching-o-qu

*Por Stephan Romeder, gerente Geral da Magic Software Europe

Em 2017 novas tecnologias emergentes ganham espaço e serão implantadas criando novas oportunidades e desafios: Internet das Coisas (IoT), Geofencing (que permite envio de notificação push para usuário de smartphone), Inteligência Artificial (AI) e a Experiência Digital do Cliente, que estarão no topo das agendas de CIOs, enquanto ao mesmo tempo haverá um movimento de volta às metodologias clássicas de desenvolvimento, como a Arquitetura Orientada a Serviços (SOA), para permitir ampla integração entre sistemas e consistência entre as plataformas de entrega.

Aqui estão as 8 tendências-chave que vemos no horizonte para 2017:

1. Avançar para uma IoT segura

Medidas de segurança serão tomadas para evitar incidentes como a invasão de câmeras de circuito interno e outros dispositivos conectados do tipo aos que causaram falhas no Twitter, Amazon, Tumblr, Reddit, Spotify, Netflix e outros sites, recentemente em Outubro.

2. Geofencing para aplicativos móveis

Geofencing se tornará mais comum, usado em diferentes tipos de aplicações para fornecer incentivos aos clientes, enviando lembretes de recompensas, pesquisando clientes sobre suas experiências de compra e, possivelmente, para monitorar as visitas dos clientes às lojas concorrentes. Ainda mais importante, ao restringir o acesso a dispositivos ou aplicativos quando um usuário está fora de um perímetro definido, o Geofencing se tornará uma outra linha de defesa de segurança.

3. Voltando à SOA (Arquitetura Orientada a Serviços)

Embora a SOA já possua em torno de dez anos de existência, em 2017 ela será mais essencial do que nunca. Gerenciar e capitalizar a natureza inter-relacionada das tecnologias, mantendo o controle será o maior desafio para os arquitetos de TI. A SOA irá evoluir no próximo ano para gerenciar plataformas de computação totalmente conectadas.

4. Monetização da IoT

Haverá uma corrida para criar aplicativos IoT que forneçam valor ao consumidor e que gerem receitas, utilizando todas as integrações de sistemas necessárias, rastreamento de uso e módulos de faturamento. Mais empresas acompanharão a liderança de grandes fabricantes que já anunciaram a disponibilidade de produtos inteligentes, como a Phillips, cujas lâmpadas podem ser controladas por smartphones e a Audi Connect, que usa um Wi-Fi embutido para fornecer alertas de tráfego e clima em tempo real para motoristas e passageiros.

5. Proporcionar a melhor experiência digital

A convergência da transformação digital e a experiência do cliente está criando a experiência digital. Em 2017, a entrega de excelentes experiências digitais se tornará mais importante para os consumidores, que irão considerar uma interface conveniente e fácil de usar e uma consistência através de touch points, como até mais importantes do que a qualidade do produto ou serviço que compram.

6. Modernização de aplicativos

Os aplicativos on premise existentes continuarão a ser transformados e integrados com aplicativos móveis e até mesmo com os aplicativos para desktop, com a finalidade de para fornecer processos e experiências inovadores e eficientes aos usuários.

7. Inteligência Artificial estará em toda parte

A Inteligência Artificial será usada para melhorar as oportunidades de negócios e os resultados, descobrindo insights, prevendo resultados, sugerindo as próximas etapas e antecipando oportunidades de vendas.

8. Muitas empresas irão perder a Transformação Digital

A ruptura tecnológica está criando uma grande divisão entre vencedores e perdedores. Ninguém quer seguir o caminho de produtos e serviços anteriormente confiáveis, como os antigos serviços de locação da Blockbuster ou das tradicionais câmeras Polaroid. No entanto, as empresas que são lentas para adotar novas tecnologias e processos se manterão obsoletas.

Assim, 2017 trará novas oportunidades e desafios acelerados por tecnologias disruptivas e empresas irão se concentrar na Experiência do Cliente e na Transformação Digital dos processos. Para isso, os CIOs poderão contar com as novas tecnologias de integração robustas, flexíveis e escalável para permitir um ambiente aplicações e tecnologias capaz de permitir aumentar a competitividade e fornecer diferenciadores essenciais para o seu sucesso na competividade nos próximos anos.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.