Switch Pro começa a ser listado na França e fortalece rumores de lançamento

Por Felipe Gugelmin | Editado por Jones Oliveira | 03 de Junho de 2021 às 11h38

Embora a Nintendo continue em silêncio sobre o possível lançamento do Switch Pro, parece que agora é só questão de tempo até o console ser anunciado. Depois de aparecer em anúncios da Amazon, a nova versão do videogame passou a ser listada pela Boulanger, rede de eletrônicos francesa, por €399.

Enquanto a empresa foi rápida em retirar os anúncios de sua página, capturas de tela de seu banco de dados ainda revelam a referência ao hardware. Rumores sobre uma versão aprimorada do dispositivo rodam pela internet desde 2020 e ganharam força recentemente graças à proximidade da E3, evento que acontece entre os dias 12 e 15 de junho.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Informações recentes indicam que um anúncio oficial pode acontecer já nesta quinta-feira (3), mas até o momento a Nintendo não se pronunciou sobre o assunto. Nos momentos em que foi questionada publicamente sobre uma possível versão aprimorada do Switch, a empresa sempre desconversou e afirmou estar satisfeita com os resultados do modelo original e da versão Lite, lançada em setembro de 2019.

Através do Twitter, a Nintendo of America confirmou que vai realizar um Nintendo Direct dedicado à E3 2021 no dia 15 de junho, mas não fez nenhuma menção a um novo console. Segundo a empresa, a apresentação de aproximadamente 40 minutos vai focar exclusivamente em softwares que, em sua maioria, chegam ao Switch ainda em 2021.

O suposto Nintendo Switch Pro deve apresentar uma tela OLED desenvolvida pela Samsung com resolução HD (720p) e a capacidade de transmitir jogos em resolução 4K quando acoplado ao dock graças ao uso da tecnologia DLSS da Nvidia. Enquanto muitos especulam que o aparelho vai substituir o Switch original e custará os mesmos US$ 300, há indícios de que o produto pode ser mais caro e ter o preço sugerido de até US$ 400.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.