Sony está avaliando uma solução para o cross-play de Fortnite entre PS4 e Switch

Por Jessica Pinheiro | 27 de Junho de 2018 às 12h33
TUDO SOBRE

Sony

Após ter ido contra tudo e todos, bloqueando o cross-play de Fortnite e evitando assim que milhares de jogadores do mundo todo pudessem aproveitar juntos o game em diferentes plataformas, a Sony parece ter ouvido a sua fervorosa fanbase e decidiu repensar sua decisão, podendo oferecer uma nova resolução em breve. Quem deixa a entender isso é Shawn Layden, presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment America em entrevista.

Na ocasião, ele comentou que a companhia está avaliando muitas variáveis, uma vez que as “as circunstâncias em torno disso afetam muito mais do que apenas um jogo”. Todavia, Layden deixa uma brecha para a esperança brilhar, ao comentar que a Sony chegará a uma solução prática e aceitável por todos da comunidade de jogos, ao mesmo tempo em que não deixará de lado a questão burocrática, tampouco os lucros.

Enquanto isso, a comunidade continua a bombardear as contas oficiais da Sony e do PlayStation no Twitter, com mensagens de fãs irritados a respeito da postura da empresa para com Fortnite. Essa pressão e essa atitude dos gamers tem sido endossada indiretamente por conta de dois fatores, sendo o primeiro o bloqueio temporário do cross-play entre PlayStation 4 e Xbox One para o game Rocket League; e o segundo tem a ver com o fato de que a Microsoft e a Nintendo recentemente se uniram para oferecer cross-play de Minecraft entre o Switch e o Xbox One.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além disso, o bloqueio que a Sony impôs em Fortnite também afeta os jogadores que estão jogando o game no Switch, uma vez que não podem sincronizar itens ou progresso entre as plataformas, desfrutando assim do que o game tem de melhor a oferecer. Por fim, a irritação da comunidade também é por conta de a companhia não ter dado um motivo satisfatório para o bloqueio.

Um ex-desenvolvedor da Sony, por sinal, alegou que a empresa não gostava da ideia de que os jogadores comprem um item em uma plataforma e depois o usem no game do PlayStation 4. Claro, não se sabe se isso é verdade, apesar de fazer sentido. Apesar disso, as palavras de Layden deixam a entender que a companhia está aberta a mudar suas diretrizes, mas ainda precisa de um tempo para encontrar uma solução que seja viável para ambos os lados: dos consumidores e da própria companhia.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.