Segunda parte de Final Fantasy VII Remake entra em pleno desenvolvimento

Por Rafael Arbulu | 22 de Julho de 2020 às 10h03
(Captura de Imagem: Rafael Arbulu/Canaltech)
Tudo sobre

Saiba tudo sobre PlayStation 4

Ficha técnica

A segunda parte de Final Fantasy VII Remake já está em pleno desenvolvimento, afirmou o codiretor do jogo, o lendário designer Tetsuya Nomura. Em entrevista à revista japonesa Famitsu, uma das mais tradicionais publicações do mercado mundial de jogos, o executivo da Square Enix ainda disse que essa parte deve chegar mais rapidamente que sua antecessora, aliviando fãs mais ansiosos.

As informações da edição impressa da revista foram reproduzidas online pelo blog japonês Ryokutya e traduzidas pela usuária do Twitter @aitaikimochi, cujo tuíte ainda liberou mais alguns detalhes interessantes (spoilers leves porém não evidentes para quem não jogou o título a seguir):

“Trechos interessantes de uma entrevista de 15 páginas sobre FF7R que será lançada amanhã na Famitsu:

  • A próxima parte já está em pleno desenvolvimento
  • Eles [Square Enix] não puderam mostrar mais coisas na cena da massagem com a Madame M pois a classificação etária poderia subir
  • Roche teria mais uma batalha no capítulo 14”

O material refere-se a partes do primeiro pedaço do jogo, lançado em 10 de abril de 2020 exclusivamente no PlayStation 4.

Outro trecho traduzido pela usuária refere-se à velocidade da entrega da segunda parte do jogo para o mercado. Disse Nomura: “Sabemos que todos esperam o próximo lançamento mais rapidamente. Nós também queremos entregá-lo o mais rápido possível. Já que fomos capazes de determinar uma linha de qualidade do primeiro jogo, esperamos completar a segunda parte com um padrão ainda melhor e buscar uma experiência mais aprimorada. Queremos lançá-la o quanto antes, então por favor esperem mais um pouco. Eu acho que poderemos comunicar claramente a direção [que vamos seguir] na próxima parte”.

Captura de Imagem: Rafael Arbulu/Canaltech

Outro desenvolvedor envolvido no projeto, o produtor executivo Yoshinori Kitase, disse que “a nova história de Final Fantasy VII está só começando”, o que gerou certa apreensão já que ele próprio, no passado, afirmou que o enredo do remake não seria muito diferente do original. Em nossa análise, o Canaltech concluiu que não é bem assim: embora muito do DNA do original de 1997 esteja presente no remake, há muito mais material com que o jogador deve se preocupar. Para alguns de nós, isso acabou complementando o que já era muito bom, enquanto outros consideraram que o material extra era pouco mais do que “gordura” para preencher espaços.

Mais informações, estas de menor impacto:

  • Ao contrário do jogo original, Cloud não acessa a sala de reuniões do grupo AVALANCHE no remake. Disse o codiretor Motomu Toriyama: “queríamos mostrar que Cloud não era apegado ao AVALANCHE, por isso removemos essa área anteriormente acessível”
  • Roche, um personagem antagonista introduzido exclusivamente no remake, aparece em apenas um segmento do jogo, sem dar as caras depois. Toriyama disse que “há uma boa chance” de ele retornar na segunda parte
  • Uma enquete conduzida pela Famitsu colocou a personagem Jessie como a quarta mais popular do remake. Nomura se surpreendeu: “eu não esperava que ela ficasse tão famosa”

No presente momento, não há sequer uma previsão da chegada da segunda parte de Final Fantasy VII Remake. A Square Enix já brincou, no passado, com a ideia de trabalhar o jogo como uma trilogia (uma alusão aos três CDs do jogo original no primeiro PlayStation), mas Nomura já afirmou que não sabe o real tamanho do projeto.

Fonte: @aitaikimochi, via Twitter (1) (2) (3) (4)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.