Roblox vai ganhar classificação de conteúdos e novo controle parental

Por Wagner Wakka | Editado por Patrícia Gnipper | 20 de Abril de 2021 às 23h00
Wagner Wakka/Canaltech

O Roblox é um dos maiores sucessos atuais, como o oitavo game mais baixado no Brasil e o segundo em jogadores ativos por mês por aqui. Mais da metade desse pessoal é formada por crianças e pré-adolescentes de menos de 13 anos. É por isso que a empresa está adotando novos mecanismos de controle parental na plataforma.

Em entrevista para o Wall Street Journal, o chefe de privacidade da plataforma, Remy Malan, disse que a empresa está trabalhando em um sistema de classificação para evitar que os mais jogadores mais jovens entrem em partidas e títulos derivados do Roblox com violência e conteúdo sexual explícitos.

Embora seja apresentado como um jogo, Roblox, na verdade, é um sistema que permite desenvolvedores criarem e compartilharem seus próprios games e com os usuários mundo afora. Assim, é muito mais uma plataforma com motor gráfico do que exatamente um título convencional. Esse sistema permite, por exemplo, que a experiência deixe de ser apenas uma jogatina para ser uma forma de interação em um mundo virtual que pode oferecer as mais diversas atrações audiovisuais  — como o que aconteceu com a estreia o show digital ao vivo do rapper Lil Nas X no ano passado. 

Um dos problemas enfrentados atualmente pela empresa é que games com veiculação de conteúdo sexualmente explícito aparecem como recomendados para jogadores com classificação etária abaixo da permitida para esse material em diversos países. Assim, a ferramenta em desenvolvimento vem justamente para que os pais possam ter uma camada extra de segurança, criando um filtro para que seus filhos não acessem algo inadequado.

Malan ainda não informou quando isso será implementado em Roblox. Atualmente, segundo o executivo, a empresa conta com mais de 2.300 pessoas fazendo o monitoramento dos títulos. O filtro é realizado com a ajuda de moderadores de inteligência artificial.

Fonte: WSJ

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.