Por dentro do PlayStation 5: conheça todos os componentes do videogame

Por dentro do PlayStation 5: conheça todos os componentes do videogame

Por Wagner Wakka | 07 de Outubro de 2020 às 13h42
Reprodução/Sony/YouTube

A Sony divulgou um novo vídeo abrindo o PlayStation 5 para mostrar todos os componentes internos do aparelho. Segundo a empresa, o design levou cinco anos para ser desenvolvido, com o primeiro protótipo sendo feito em 2015.

“Quando você desmonta o sistema e encontra uma estrutura interna que parece limpa e arrumada, isso significa que não há componentes desnecessários e o design é eficiente”, explicou Masayasu Ito, diretor de engenharia do console, no vídeo.

Ele abriu o aparelho por partes, mostrando não só os componentes, mas também ao que os usuários podem ter acesso com mais facilidade.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Abre fácil

A primeira demonstração está no suporte do aparelho. O PlayStation 5 vai poder ficar em pé e deitado, usando um único apoio. Contudo, o usuário precisará desaparafusar o suporte e colocá-lo em outra posição para deitar o videogame.

Base do PlayStation 5 para se usar o aparelho em pé e deitado (Foto: Reprodução/Sony/YouTube)

Ito confirmou os rumores que apontavam que as laterais em branco do PlayStation 5 são removíveis. Isso revela a ventoinha que fará a refrigeração do dispositivo. O aparelho também tem entradas e saídas de ar na parte da frente e traseira.

Ainda, vale ressaltar que o PlayStation 5 tem uma entrada USB-A e uma USB-C na parte da frente. Na traseira, é possível ver duas portas USB-A 3.1, o conector de rede, HDMI, além do conector de energia padrão da Sony.

Detalhes das entradas frontais do dispositivo (Foto: Reprodução/Sony/YouTube)

O PlayStation 5 também facilitará o acesso do jogador às duas entradas coletoras de poeira. A ideia é que se coloque a ponta de um aspirador de pó nos locais para fazer a remoção da sujeira e limpar todos os componentes sem dificuldades.

Pontos devem ser usados para limpeza do dispositivo (Foto: Reprodução/Sony/YouTube)

Por fim, com acesso fácil também há a interface M.2 com suporte a PCIe 4.0. Isso quer dizer que é relativamente tranquilo adicionar um SSD extra para aumentar a capacidade de armazenamento do PlayStation 5, o que pode ser feito em casa mesmo.

Expansão do SSD também tem acesso fácil (Foto: Reprodução/Sony/YouTube)

Para quem entende

Agora, vamos falar das partes que ficam mais “escondidas” do aparelho e que devem ser acessadas por uma assistência técnica. Ito mostrou a ventoinha e o leitor de Blu-Ray com acesso facilitado. Isso revela que até mesmo uma limpeza mais profunda não deve ser assim tão difícil de fazer.

A retirada dos componentes maiores revela algo bastante importante do PlayStation 5: o design é voltado, principalmente, para dissipação de calor. Além da ventoinha de 120mm na parte de cima, o dispositivo ainda conta com um enorme dissipador na parte debaixo.

Dissipador de calor na parte debaixo do console (Foto: Reprodução/Sony/YouTube)

A CPU com arquitetura Zen 2 da AMD conta com resfriamento em metal líquido, diferente da pasta térmica usada no PlayStation 4. O chip conta com 8 núcleos e 16 threads a 3,5 GHz, como era esperado. Já a GPU trabalha a 2,23 GHz para entregar 10,3 teraflops de poder de fogo.

Detalhe do controlador do SSD (Foto: Reprodução/Sony/YouTube)

Um dos pontos mais interessantes foi conseguir ver pela primeira vez o sistema proprietário de SSD do aparelho. Ele conta com pequenos chips de armazenamento soldados diretamente na placa-mãe e fica rodeado por um controlador central, responsável por garantir alta velocidade de transferência.

Ito explica que, como tudo é muito pequeno dentro do PlayStation 5, foi preciso caprichar do sistema de resfriamento. Por esse motivo, o dissipador é tão maior que no PlayStation 4. Por fim, Ito retira também a fonte de 350 W que fica na parte inferior do console.

O que o teardown revela? 

Como já citado no texto, o mergulho no console permite tirar algumas conclusões de desenvolvimento. O primeiro é o foco em fazer com que ele seja mais fácil de limpar. Os pontos de sucção com aspiradores de pó são bem-vindos, tendo em vista que ajudam a não acumular sujeira (um dos principais motivos de superaquecimento e barulho).

Assim como acontece no PlayStation 4, a Sony manteve um acesso para expansão de armazenamento, com interface para SSDs M2, que pode ser feito pelo próprio usuário em casa.

A abertura do aparelho mostra que o desafio foi a refrigeração. Como a empresa disse, ela teve de otimizar ao máximo o design, então é bem possível que demore muito tempo para ter uma versão slim do PlayStation 5 e do PlayStation 5 Digital Edition, se isso vier a acontecer.

O PlayStation 5 chega ao mercado em duas versões, com ou sem o leitor de Blu-Ray. No Brasil o lançamento acontece em 19 de novembro.

Compre o PS5 e o Xbox Series X | S no Brasil

E aí, você já decidiu se vai de PS5 ou de Xbox Series? Independentemente da sua escolha, ambos os consoles já estão disponíveis no Brasil em pré-venda. Ao comprá-los antecipadamente, você garante que terá algum dos novíssimos dispositivos antes de 2020 acabar. Que tal aproveitar agora? Basta seguir as nossas dicas pelos links abaixo e esperar a entrega chegar:

Quer mais promoções? Conheça o Canaltech Ofertas

Cansado de gastar várias horas para encontrar preços baixos na internet? Então chegou a hora de conhecer o Canaltech Ofertas, nosso serviço que seleciona apenas as melhores promoções das lojas online. Pronto para economizar? Você pode acompanhar os descontos no grupo de WhatsApp ou no site oficial:

Fonte: PlayStation Blog

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.