Kratos contra Jesus? God of War 3 quase introduziu cristianismo

Kratos contra Jesus? God of War 3 quase introduziu cristianismo

Por Lucas Arraz | Editado por Bruna Penilhas | 20 de Janeiro de 2022 Ă s 11h22
Sony Interactive Entertainment

God of War 3 quase teve um final bem diferente, introduzindo o cristianismo na série. Criador da franquia da Sony, o ex-diretor David Jaffe declarou em uma entrevista ao canal Game Trailers que tinha um desfecho alternativo para a aventura, mostrando o nascimento de Jesus Cristo.

Na versão alternativa de God of War 3, Kratos mataria Zeus no começo do jogo, abrindo um portal dimensional que uniria deuses de todas as mitologias. O Fantasma de Esparta então avançaria entre a Noruega, o Egito e a Grécia, enfrentando seres dos mitos nórdicos, egípcios e gregos.

God of War III abriria portas do Olimpo para outras mitologias (Imagem: Divulgação/Sony Santa Monica)

Kratos encontraria Esteno e arrancaria a cabeça do ser mitológico grego. Em outra batalha, agora contra uma Esfinge, Kratos usaria a cabeça de Esteno para transformar a fera em pedra, dando origem à famosa estátua do Egito.

Ao longo do enredo, Kratos descobriria que era possível matar um deus fazendo a humanidade parar de acreditar na divindade. Após eliminar todos os deuses conhecidos, o guerreiro usaria as Lâminas de Atena para cortar os pulsos e reencontrar a esposa e filha no submundo.

Luta com Kratos daria origem a Esfinge em God of War III (Imagem: Reprodução/WikiCommons)

A humanidade seria dominada por desastres naturais, forçando o surgimento de novos deuses. A cutscene final da versão alternativa de God of War 3 mostraria os Três Reis Magos em direção à Estrela Polar, resultando no nascimento do cristianismo.

A trama envolvendo Kratos e Jesus nunca foi executada, mas uma curiosidade interessante é que o terceiro capítulo de God of War foi lançado em 16 de março. A data é escrita na grafia norte-americana como 3/16, mesma ordem numérica do famoso versículo João 3:16. A passagem bíblica faz referência ao nascimento de Jesus Cristo. “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”, diz o versículo.

Cristianismo foi confirmado no universo de God of War

Depois de promover uma onda de assassinatos no panteão de deuses gregos, Kratos partiu para a mitologia nórdica em God of War de 2018, confirmando que diferentes liturgias coexistem no universo da série.

Questionado sobre a presença do cristianismo na franquia, o diretor de God of War (2018), Cory Barlog, afirmou que a religião de Jesus Cristo existe na realidade de Kratos. A declaração, feita no Twitter, deixou aberta a possibilidade do deus da guerra encontrar Jesus no futuro. Amém?

Por enquanto, Kratos se aventurando por histórias bíblicas não passa de especulação. God of War Ragnarök será a sequência direta do jogo de 2018. Desenvolvido pela Santa Monica Studio e planejado para chegar ao PlayStation 4 e PlayStation 5 em 2022, o game acompanhará o segundo e último capítulo da jornada de Kratos e Atreus na mitologia nórdica.

Fonte: God of War FD

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizaçÔes diĂĄrias com as Ășltimas notĂ­cias do mundo da tecnologia.