Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Jogo “Bolsomito 2K18” é suspenso após pedido do Ministério Público

Por| 21 de Dezembro de 2018 às 13h42

Link copiado!

(Imagem: Divulgação/bS Studios)
(Imagem: Divulgação/bS Studios)

O jogo “Bolsomito 2K18”, criado pela empresa independente BS STUDIOS, deve ter seu comércio e veiculação suspensos ainda hoje pela Steam Store após pedido do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Nele, o presidente eleito Jair Bolsonaro aparece como protagonista, espancando “inimigos” que constituem minorias, como negros e gays, bem como representantes de movimentos sociais, como feministas.

A ordem foi emitida pelo desembargador Álvaro Ciarlini, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), que, em despacho, disse que “o jogo promove desvalores como a discriminação racial, bem como a opressão, o preconceito e a violência, inclusive a prática de homicídio e a intolerância”. O pedido de suspensão foi feito em 4 de dezembro, mas só foi acatado anteontem (19). No espaço entre as referidas datas, o jogo mudou seu nome apenas para “Bolsomito” e, até a postagem deste texto, ainda se encontrava online e disponível por R$ 4,35, sob promoção de 56% de desconto, devido ao período de liquidação de final de ano da loja online.

O MPDFT informa por meio da decisão que “liberdade de expressão não pode ser confundida com discurso de ódio”, e diz que o jogo fere os traços de personalidade de Jair Bolsonaro, além de representar o país de forma negativa junto à comunidade internacional. No jogo, o presidente eleito usa de combate físico para matar representantes de movimentos sociais e minorias, assegurando pontos por cada morte.

Diz a sinopse do jogo na Steam:

Continua após a publicidade
“Derrote os males do comunismo nesse game politicamente incorreto, e seja o herói que vai livrar uma nação da miséria. Esteja preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país. Muita porrada e boas risadas.”

Além disso, o jogo ainda traz ataques diretos a outros partidos, seguidores de ideologias de esquerda, como o Partido dos Trabalhadores, derrotado pelo presidente eleito no segundo turno das eleições de outubro e que teve o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, como candidato. Há também referência a assuntos voláteis amplamente discutidos na mídia, como "kit gay", que supostamente seria oferecido em escolas do ensino fundamental.

Fonte: MPDFT