Cyberpunk 2077 | CD Projekt Red volta a ser processada pelos próprios acionistas

Cyberpunk 2077 | CD Projekt Red volta a ser processada pelos próprios acionistas

Por Felipe Demartini | 19 de Janeiro de 2021 às 12h00
CD Projekt Red

A CD Projekt Red está sendo processada novamente por causa do lançamento atribulado de Cyberpunk 2077. A empresa revelou que uma segunda ação de classe foi aberta por acionistas na Califórnia, nos Estados Unidos, mais uma vez com a acusação de que a produtora ocultou de seus investidores as informações relevantes sobre o real estado do desenvolvimento e performance do título, que chegou às lojas em dezembro do ano passado.

A notícia veio em uma nota regulatória submetida pela desenvolvedora nesta terça-feira (19), com breves comentários sobre o teor do processo. De acordo com a CD Projekt Red, o conteúdo da ação é exatamente o mesmo da primeira, aberta contra ela ainda em dezembro, mas chega em nome de um grupo diferente de acionistas. O total de indenizações solicitadas não é revelado na ação.

O processo ainda em andamento, aberto no final do ano passado por uma firma de advocacia de Nova York, aponta irregularidades nos registros de documentos da CD Projekt Red referentes ao desenvolvimento de Cyberpunk 2077. A ação afirma que a empresa levou os investidores a perdas financeiras pela falta de transparência, principalmente, quanto ao desempenho do game no PlayStation 4 e Xbox One, consoles da geração anterior que, mesmo agora, ainda apresentam severos problemas para rodar o título.

A ação anterior também cita, diretamente, declarações públicas de executivos da empresa, como seu CEO Adam Kiciński, após adiamentos no lançamento do game. A alegação é que a chegada atribulada do título levou a uma queda de mais de 40% no valor das ações da CD Projekt Red nos dias que se seguiram ao lançamento, enquanto jogadores solicitavam reembolsos e publicavam vídeos que exibiam os diferentes problemas que enfrentavam.

Da mesma forma que a desenvolvedora polonesa afirma que o conteúdo do novo processo é semelhante, também foi a mesma sua declaração oficial sobre o assunto. Em comunicado, a CD Projekt Red afirma não ter cometido erros em suas documentações oficiais aos acionistas e que vai se defender “vigorosamente” das acusações.

Em análise no Canaltech, Cyberpunk 2077 foi citado como um game que roda melhor nos PCs de ponta e consoles de nova geração, como o PS5 e Xbox Series X|S. Nem mesmo estes, porém, conseguem salvar os jogadores de bugs e falhas no carregamento de texturas e objetos, enquanto a falta de profundidade de suas mecânicas aparece como um obstáculo para que os jogadores curtam a história e se envolvam com os personagens interessantes que habitam Night City.

Fonte: CD Projekt Red

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.