Como saber se o seu PC está pronto para os jogos em realidade virtual

Por Gabriel Sérvio

Quem quiser investir de verdade nos jogos em realidade virtual, terá que ter em casa um conjunto de hardware relativamente poderoso. Além de ter que gastar uma quantia considerável em um dos headsets disponíveis no mercado internacional, ainda resta a dúvida se o PC está pronto ou não para usufruir dos benefícios dos games que apostam no VR. Se está era a sua dúvida, saiba que já é possível utilizar algumas ferramentas oficiais da Oculus e da Valve para verificar se sua configuração atual de hardware possui poder de fogo o suficiente para obter boa performance nos games das plataformas Oculus Rift e HTC Vive.

Saiba se sua máquina está pronta para o Oculus Rift:

Antes de prosseguir para os testes de perfomance será preciso baixar uma ferramenta proprietária chamada "Oculus Rift Compatability Tool". Como o nome já diz, o programa vai verificar automaticamente se o seu hardware é compatível com as especificações mínimas previstas pela Oculus para rodar os jogos de forma satisfatória.

Modelo do processador, quantidade de memória RAM, e até mesmo o número e padrão das portas USB, tudo isso pode influenciar no desempenho dos games em realidade virtual. Um exemplo? Se o controlador USB de sua placa-mãe não for bom o suficiente, a taxa de transferência de dados entre o headset e o computador pode sofrer quedas bruscas, com isso o usuário pode ter alguns problemas de performance nos games da plataforma Rift.

1

Em geral, se a máquina não passar no teste, a ferramenta aponta os principais problemas e o que você pode fazer para consertá-los. Se tiver sorte, pode ser preciso apenas investir em um placa de vídeo mais poderosa para jogar. Mas, se a máquina for um pouco mais antiga, é bem provável que boa parte do hardware tenha que ser trocado por peças mais atuais. Sendo assim, antes de investir a sua grana no gadget da Oculus, é bom conferir se o headset vai funcionar normalmente no seu PC.

Quer saber se o seu PC está pronto para o HTC Vive ou Steam VR?

Caso queira investir no headset HTC Vive, outra ferramenta disponível na Steam pode te ajudar a descobrir se sua configuração é o bastante para aproveitar os jogos da plataforma. Diferente do programa da Oculus, o "SteamVR Performance Test" faz uma série de testes completos de benchmark, dessa maneira é possível perceber através dos resultados se a máquina consegue, por exemplo, renderizar conteúdos em realidade virtual a 90 frames por segundo. Um dos requisitos para os jogos em realidade virtual da plataforma proprietária da HTC. Por fim, diferentes níveis de qualidade gráfica também são testados automaticamente pelo programa. Quem estava curioso sobre os recursos gráfico que o hardware atual suporta, essa é a ferramenta certa.

Tutorial VR

Especificações mínimas de hardware recomendáveis para o Oculus Rift e HTC Vive:

Como comentamos no início, sua máquina terá que ser relativamente poderosa para aguentar os novos títulos lançados em realidade virtual. Se estiver planejando um upgrade, ou uma máquina nova, esse guia de especificações mínimas pode te ajudar bastante na hora das compras.

Tanto a plataforma Rift como a Vive, se baseiam nas mesmas especificações mínimas de hardware. Sendo assim, baste prestar atenção especial nessa lista para ter uma boa perfomance nos jogos em realidade virtual:

Placa de vídeo: Talvez este seja o item principal da lista. Quem quiser jogar sem queda de frames e demais problemas, deve ter no mínimo uma GPU NVIDIA GeForce GTX 970 ou uma placa AMD Radeon R9 290.

3

CPU: O mínimo recomendado pelas fabricantes é o processador Intel Core i5-4590 para o Oculus Rift e o mesmo i5-4590 ou AMD FX 8350 para o HTC Vive. Vale destacar, que isso não significa que o processador da AMD não vai funcionat com o Rift. Mesmo assim, a Oculus não suporte oficialmente este CPU em particular.

4

Memória RAM: Os jogadores devem ter pelo menos 8GB de RAM para o Oculus Rift ou no mínimo 4GB para o HTC Vive.

Conexões de vídeo: Sua placa de vídeo deve ter pelo menos uma saída HDMI no padrão 1.3 para utilizar o Oculus Rift, no caso do HTC Vive é preciso ter ao menos a mesma saída HDMI na versão 1.4 ou DisplayPort padrão 1.2.

Portas USB: Três portas USB padrão 3.0 e uma USB 2.0 para o Oculus Rift ou apenas uma porta USB 2.0 no caso do HTC Vive. Mesmo assim, a recomendação geral, é optar por utilizar pelos menos portas já no padrão USB 3.0.

Sistema Operacional: Quem estiver rodando no mínimo alguma versão do Windows 7 embarcada com o Service Pack 1 já vai poder aproveitar os jogos em realidade virtual sem problemas. De qualquer maneira, apenas a versão 64 bit do sistema é suportada por ambas as plataformas.

E os notebooks?

No caso específico dos notebooks, a coisa complica um pouco mais. Aqui no Brasil, as máquinas portáteis para os gamers costumam custar bem mais caro, e na grande maioria dos casos, mesmo os laptops mais atuais não terão chips gráficos com poder suficiente para rodar jogos em realidade virtual.

Nem mesmo as GPUs móveis GTX 970M ou GTX 980M vão dar conta do recado. Portanto, se o seu desejo era jogar em realidade virtual nos notebooks, pode ser melhor esperar pelo lançamento de chips mais poderosos. Ainda assim, é importante destacar que um laptop desse porte não vai sair nada barato por aqui.

4

Quem optar por jogar apenas no PC, principalmente no caso de quem vai precisar trocar poucas peças, a jogatina em realidade virtual pode sair um pouco mais em conta. Quem quiser economizar, pode aproveitar a atual queda de preços da "antiga" GTX 970. Com a chegada da nova GTX 1070, a geração anterior da GPU da Nvidia está custando bem menos no mercado nacional. Vale a pena pesquisar nas lojas para aproveitar as promoções.

E quem não usa Windows?

Pelo menos por enquanto, os usuários do Mac OS X e de distribuições Linux vão ficar de fora desta brincadeira. Nem a Rift ou a Valve anunciaram prazos para o suporte oficial de jogos em realidade virtual em outros sistemas operacionais. Até então, quem quiser aproveitar os jogos, terá que migrar para alguma versão mais atual do Windows.

Fonte: http://www.howtogeek.com/258433/how-to-check-if-your-pc-is-ready-for-virtual-reality/