Arábia Saudita compra 5% da Nintendo

Arábia Saudita compra 5% da Nintendo

Por Igor Pontes | Editado por Bruna Penilhas | 18 de Maio de 2022 às 13h30
Doug Kline/Flickr

O Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita adquiriu 5% das ações da Nintendo, em um movimento para ampliar os investimentos do país para além do petróleo. O fundo é comandado pelo Príncipe Mohammed bin Salman e conta com ações em outras desenvolvedoras de jogo japonesas.

Com a compra de 5% das ações da Nintendo, a Árabia Saudita se torna o quinto maior acionista da gigante japonesa. Essa não é a primeira vez que o Príncipe bin Salman investe no mercado de games — ele já comprou papéis da Capcom, Nexon, EA, Activision Blizzard, Take-Two e atualmente é o acionista majoritário da SNK.

A Nintendo optou por não comentar sobre as compras de suas ações feitas pela Arábia Saudita. (Imagem: Chris Gladis/Wikimedia)

Um porta-voz da Nintendo explicou que a empresa soube do investimento árabe através de notícias e que não comentará sobre investidores individuais. Os investimentos da Árabia Saudita em empresas de videogame vêm do esforço do país em criar sua própria indústria do entretenimento, e comprar ações de empresas japonesas ajudaria nesse entendimento do mercado.

A notícia chega logo após a Nintendo anunciar a venda de cerca de 235 milhões de jogos em um ano, enquanto o Switch apresentou uma queda nas vendas, apesar da empresa alegar que o console híbrido ainda tem muito chão pela frente.

O Príncipe Mohammed bin Salman é considerado uma figura polêmica, com a CIA acusando o regente da Arábia Saudita por assassinar o jornalista Jamal Khasoogi do Washington Post, crítico do governo saudita. Outra preocupação que surge com o fundo de investimento árabe comprando ações de empresas japonesas é o histórico de abusos dos direitos humanos e criminalização de pessoas LGBTQIAP+.

Fonte: Eurogamer.netBloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.