10 curiosidades sobre a PlayStation

10 curiosidades sobre a PlayStation

Por Felipe Goldenboy | Editado por Bruna Penilhas | 02 de Outubro de 2021 às 13h30
Cláudio Luiz Castro/Unsplash

A PlayStation é uma das marcas mais queridas do Brasil e do mundo, criada pela Sony em 1994. O videogame já conta com cinco gerações, as quais são repletas de curiosidades, polêmicas e inovações — com algumas que deram certo e outras nem tanto.

O Canaltech separou 10 curiosidades sobre a marca; confira abaixo. Você sabia de tudo?

10. PlayStation quase foi da Nintendo

A PlayStation é fruto de uma parceria que não deu certo entre a Sony e a Nintendo no fim dos anos 1980. Mas um protótipo dessa colaboração quase viu a luz do dia: o Nintendo PlayStation.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Já pensou se isso desse certo? (Foto: Reprodução/Heritage Auctions)

O console era a primeira tentativa da Sony de criar um videogame. A ideia era simples: criar uma expansão do Super Nintendo (SNES) com leitor de CDs, já que a Nintendo não acreditava muito nessa mídia. O problema é que a dona do Mario não ganharia dinheiro com a venda de discos, apenas com a de consoles; por isso, a empresa decidiu acabar com a parceria de repente. Anos depois, a Sony utilizou o conhecimento adquirido para criar o PlayStation que conhecemos hoje.

Foram produzidos cerca de 200 protótipos do Nintendo PlayStation, tornando este o console mais raro do mundo. Uma das unidades foi vendida em um leilão em 2020 por US$ 360 mil, o que hoje equivale a quase R$ 2 milhões.

9. Logos da PlayStation

Todos nós conhecemos o icônico logo do videogame, criado pelo designer Manabu Sakamoto. Antigamente, a versão utilizada era a colorida, mas, atualmente, a Sony aposta em uma versão monocromática.

Entretanto, foram criados vários conceitos antes de Sakamoto chegar ao logo final. Confira abaixo algumas das opções criadas:

Você gostou de algum desses logos? (Foto: Reprodução/Reddit)

8. Som de início do PlayStation

Você lembra do que aparecia na tela quando você ligava o PlayStation original?

Quem compôs os sons dessa abertura foi o artista Takafumi Fujisawa. Ele revelou que criou tudo praticamente sozinho, com total liberdade criativa, tendo apenas como referência as animações que apareciam na tela. O processo criativo durou duas semanas, e a gravação foi feita em apenas dois dias.

A intenção do artista era contar uma história, a qual começa com “você ligou seu videogame”, passa por “se prepare para a aventura” e termina com “todos os sistemas estão funcionando, agora você pode aproveitar o seu PlayStation”. Os sons também foram projetados para rodar em loop caso o leitor não conseguisse ler o disco ou o sistema apresentasse falha, indicando ao usuário que algum erro havia acontecido.

7. Mascote Polygon Man

Muitos pensam que o Crash Bandicoot foi o mascote do primeiro PlayStation, mas a Sony nunca o reconheceu oficialmente dessa forma. Na verdade, o console até teve um mascote real e oficial na América do Norte: o Polygon Man. A ideia era que ele refletisse o poder do videogame, capaz de renderizar mais polígonos que os concorrentes.

Propaganda veiculada na revista NEXT Generation, edição 8 (Foto: GameMagPrintAds/Twitter)

Nem é preciso dizer que o personagem não caiu no gosto do público devido a sua aparência amedrontadora. Em 2012, ele até fez uma aparição especial como chefão final do jogo PlayStation All-Stars Battle Royale. Uma bela homenagem a um personagem nada simpático.

6. PocketStation

Lembra do memory card, aquele pequeno acessório usado para salvar o progresso nos jogos?

Bateu até uma nostalgia... e um medo do memory card corromper (Foto: Reprodução/Mercado Livre)

Imagina se ele também funcionasse como um Tamagotchi, para acompanhá-lo em qualquer lugar. Essa era a função do Sony PocketStation, um periférico com tela LCD lançado apenas para o Japão.

O acessório desbloqueava alguns mini games dependendo dos jogos que tivesse salvo no PocketStation; alguns desses títulos eram Crash Bandicoot: Warped e Final Fantasy VIII, por exemplo.

O simpático e pequeno PocketStation (Foto: Reprodução/Evan-Amos)

5. PlayStation 2 chegou ao Brasil com nove anos de atraso

Lançado no Japão no ano 2000, o PlayStation 2 aterrissou oficialmente no Brasil oito anos depois, em 2009, quando o PlayStation 3 já contabilizava três anos de existência. Mas é claro que o videogame já era um fenômeno nos lares brasileiros antes mesmo de seu lançamento oficial devido a importações e contrabando.

As duas versões do PS2: o original e o Slim (Foto: Reprodução/Evan-Amos)

4. O console mais vendido do mundo e o sucesso no Brasil

Ainda falando de PS2, vale ressaltar um fator que foi imprescindível para seu sucesso no mercado brasileiro: a pirataria. Era fácil e barato desbloquear o console e torná-lo capaz de rodar jogos piratas, os quais eram encontrados a preços entre R$ 10 a R$ 20. Esse cenário mudou com o PS3, que bloqueava os recursos de internet quando destravado.

Não à toa, o sucesso do PlayStation 2 continua até hoje: segundo a Pesquisa Game Brasil de 2019, o PS2 é o terceiro videogame mais popular do país, ficando atrás apenas do PS4 e do Xbox 360.

Em escala global, o videogame já bateu a marca de 155 milhões de unidades, se tornando o console mais vendido do mundo. Além da pirataria, outros recursos o ajudaram a se popularizar, como o leitor de DVDs e a vasta opção de jogos — foi nele que jogamos clássicos como Grand Theft Auto: San Andreas (o game mais vendido do console), Metal Gear Solid 3: Snake Eater, Shadow of The Colossus, Resident Evil 4 e Silent Hill 2, por exemplo.

Embora tenha nascido primeiro no Nintendo GameCube, Resident Evil 4 foi um sucesso estrondoso no PS2 (Foto: Divulgação/Capcom)

3. Tela de início do PlayStation 2

Você lembra da tela de início do PlayStation 2, a qual aparecia logo quando você ligava o console? Pois saiba que as torres que aparecem ao fundo não são aleatórias: a quantidade delas significa a quantidade de jogos salvos no memory card, e a altura delas refletem a quanto tempo você jogou cada título.

No vídeo abaixo, um jogador faz o seguinte teste: primeiro, ele liga o PlayStation 2 sem um memory card conectado; depois, repete a mesma ação, mas com o cartão inserido no console. Veja a diferença:

2. Dá pra girar o logo do PS2

Em comemoração aos 20 anos de existência do PS2 em 2020, a Sony revelou um segredo surpreendente sobre console. É possível virar o logo do videogame de lado, perfeito para quem prefere deixar o videogame na vertical. Embora seja algo meramente cosmético, muita gente ficou boquiaberta com isso.

1. Controle boomerang PS3

Revelado pela primeira vez na feira E3 de 2005, o PlayStation 3 foi recebido pelo público de forma amarga por conta do seu visual futurista; mais especificamente, pelo design do seu controle em formato de bumerangue.

Não tem cara de ser muito confortável... (Foto: Twitter/Digital Foundry)

Em 2007, o designer do controle, Teiyu Goto, explicou que "o presidente [Ken] Kutaragi queria algo diferente para o controle” em entrevista. "Para ser bem sincero, deixamos de lado a ergonomia em prol da ideia que queríamos passar com a imagem. A gente queria apresentar um modelo meio futurista no show, correndo o risco de receber críticas", disse.

E receberam. Tanto que na E3 do ano seguinte, em 2006, foi apresentado ao mundo o Sixaxis, o qual seguia o design mais tradicional dos acessórios anteriores da marca.

O Sixaxis, com um design mais "pé no chão" (Foto: Reprodução/Evan-Amos)

Com informações de: Archive (1, 2), Game Informer, GamesIndustry, Kotaku, PlayStation Blog, Reddit, Screen Rant, The Enemy, UOL Start

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.