Virgin Galactic revela imagens do interior de nave que levará turistas ao espaço

Por Daniele Cavalcante | 28 de Julho de 2020 às 19h15
Virgin Galatic

A Virgin Galactic realizou nesta terça-feira (28) um evento online para apresentar o interior da sua nave que, em breve, levará turistas ao espaço. A empresa de Richard Branson esperava realizar uma a presença pessoal dos convidados, mas a pandemia de COVID-19 fez com que tudo fosse virtual.

Isso não tornou o evento menos impressionante. A cabine foi apresentada através de óculos de realidade virtual fornecidos pela empresa a alguns jornalistas, permitindo uma experiência imersiva da sensação de estar sentado e um dos seis assentos personalizados da VSS Unity.

A experiência virtual

Imagem: Virgin Galactic

Na simulação, os jornalistas puderam conferir todos os detalhes, como um grande espelho circular na parte traseira "para permitir que nossos clientes se vejam no espaço de uma maneira que nunca havia sido feita antes", disse o vice-presidente espacial da Virgin Galactic, George Whitesides, à Reuters. Ele afirma que este “é provavelmente o maior espelho já colocado em uma nave espacial, veículo espacial ou habitat espacial”.

Os turistas que pagarem 250 mil dólares poderão voar nesta nave em um passeio suborbital, a 97 quilômetros acima da Terra, com 90 minutos de duração. Os assentos são da cor azul-petróleo e a vista - a parte mais importante da experiência - será através de 12 janelas circulares presentes na cabine. “A experiência é o ponto”, disse Whitesides. “E assim, de várias maneiras, o produto é a cabine e como ele se relaciona com o ambiente espacial e a vista do espaço”, completou.

Jornalistas que tiveram a oportunidade de conferir tudo em realidade virtual puderam iniciar o passeio na pista da espaçonave, com a VSS Unity em primeiro plano, junto com as cabeças virtuais de outros executivos da Virgin Galactic. “Ao lado da nave, havia dois Range Rovers brancos”, conta a jornalista Loren Grush, do The Verge. “São os carros que transportarão os clientes do Spaceport America para a espaçonave”, explica.

O Spaceport América é um edifício gigantesco construído no Novo México para servir como o principal centro de operações da Virgin Galactic, e também onde os passageiros aguardarão os voos, cercados pelo ambiente tão futurista quanto confortável.

O interior da VSS Unity

Imagem: Virgin Galactic

Uma vez dentro da VSS Unity virtual, os jornalistas também puderam conferir os assentos, que serão feitos sob medida para cada tipo de passageiro - serão quatro tamanhos diferentes que a empresa poderá trocar de acordo com o tipo físico dos turistas. A Virgim Galactic também poderá adicionar estofamento extra nos assentos para garantir que cada cliente fique confortavelmente durante o voo.

Serão duas janelas para cada assento, sendo uma delas ao lado e outra posicionada diretamente acima da cabeça de cada passageiro. Quando a nave chegar à microgravidade, os turistas poderão flutuar da janela lateral para a janela do teto com facilidade. Os aros ao redor das janelas tem pequenas fendas para que os passageiros possam agarrar enquanto flutuam. Sem dúvida será uma experiência e tanto!

Ainda de acordo com a experiência dos jornalistas na realidade virtual, as luzes ao redor das janelas brilharão em cores diferentes, dependendo de onde o VSS Unity estiver. A cor branca indicará aos passageiros que eles ainda estão na subida inicial, enquanto a laranja significa que o motor do foguete foi ligado, separando-se assim do veículo de lançamento. Finalmente, as luzes ficarão pretas quando estiverem no espaço. Neste momento, os assentos são reclinados para que as pessoas possam soltar os cintos de segurança e flutuar pela cabine.

Quando começarão os voos?

Imagem: Virgin Galactic

A Virgin Galactic ainda tem muito o que fazer - principalmente testes de voo da nave - até que os lançamentos turísticos comecem a acontecer. Alguns testes precisam ser realizados na Califórnia, e a empresa precisa fazer outro deles, fora do Spaceport America. Depois, a empresa começará a colocar “passageiros de teste” nos assentos traseiros, “o que será realmente emocionante", disse Whitesides.

Esses passageiros dirão se o design da cabine está adequado para fornecer a melhor experiência possível e se há algum problema que deve ser corrigido. E depois de alguns desses voos, será hora do próprio Branson voar na primeira missão comercial dedicada da Virgin Galactic ao espaço.

A Virgin Galactic já tem 600 clientes inscritos para voar e mais de 400 que demonstraram interesse, de acordo com Whitesides. A empresa ainda não estabeleceu uma data definitiva para o primeiro voo espacial comercial que levará Branson como primeiro passageiro oficial. 

Confira abaixo o evento transmitido ao vivo pela empresa:

Fonte: Virgin Galactic, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.