Virgin Galactic abre as portas do Gateway to Space; veja imagens

Por Daniele Cavalcante | 15 de Agosto de 2019 às 21h30
Virgin Galatic

A Virgin Galatic, empresa de voos espaciais que vem há algum tempo se preparando para levar turistas ao espaço, revelou ao público nesta quinta-feira (15) o interior quase completo do Gateway to Space, construído no Spaceport America, no Novo México. Foram apresentados dois andares do prédio, incluindo as áreas comunais onde os futuros passageiros se prepararão para os voos, bem como o setor de operações de voo espacial.

Uma das características das instalações é o design que logo chama a atenção e promete enriquecer ainda mais a experiência dos clientes, com conforto e um ambiente propício para a interação humana enquanto passageiros e funcinários se preparam para o voo. A abertura do interior do prédio "significa que o Gateway to Space da Spaceport America está agora operacional, pronto para o restante do programa de testes da Virgin Galactic, antes de receber seus primeiros futuros astronautas", disseram representantes da companhia em comunicado.

Foto: Divulgação

O primeiro andar é focado em nosso planeta, e recebe o nome de Gaia — a Mãe-Terra, na mitologia grega —, representando o ponto de partida e de retorno. O piso, design, cores, materiais, móveis e acessórios remetem ao nosso próprio mundo e promovem a interação social, o sentimento de união e a unidade. O esquema de cores também pretende evocar a paisagem do Deserto de Chihuahuan, que rodeia a Spaceport America, de acordo com os representantes da Virgin Galactic.

Esse design focado na Terra "dará as boas vindas aos recém-formados astronautas que retornam do espaço com uma nova apreciação e compreensão do nosso planeta", escreveram os representantes. Futuros astronautas compartilharão o café da manhã com os pilotos da nave espacial.

Foto: Divulgação

Gaia tem como foco a Ilha Barista, um bar central feito de mármore italiano retroiluminado que paira sobre carvalho artesanal. Ele proporciona um centro social para a equipe de hospitalidade interagir com os clientes e funcionários. A preparação do voo espacial unirá as equipes com os astronautas na busca de um propósito comum, disseram os representantes.

O segundo andar, chamado Cirrus, é decorado em tons de cinza e branco, representando voo e céu. Cirrus é o centro de operações dos voos espaciais; é a casa do controle das missões, da sala de instrução e do corpo de pilotos, de acordo com a Virgin Galactic.

Foto: Divulgação

Por fim, o terceiro andar, que abriga o salão de astronautas, ainda não está pronto. O trabalho interior deve ser concluído nos próximos meses, disseram representantes da empresa.

Também há um hangar no centro da instalação, que está sendo chamado apenas de “home” (lar, ou casa, em inglês). É um espaço enorme, o suficiente para acomodar dois WhiteKnightTwo e cinco SpaceShipTwos — os veículos que serão usados para levar as pessoas ao espaço. George Whitesides, CEO da Virgin Galactic, disse que quando os voos de teste estiverem completos, as operações comerciais poderão começar. "Portanto, este momento é apenas um dos que temos trabalhado há muito tempo", disse ele.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Para levar humanos ao espaço, a Virgin Galactic usará o WhiteKnightTwo, um avião a jato que será usado para transportar a espaçonave SpaceShipTwo, que por sua vez terá capacidade para seis passageiros. Quando estiverem a uma altitude de 15.000 metros, o SpaceShipTwo se soltará, ligando seu motor e entrando no espaço suborbital. Os passageiros passarão por uma experiência próxima da microgravidade, além de contemplar vistas exorbitantes do planeta Terra.

Um bilhete para o SpaceShipTwo custa US $ 250.000, e mais de 600 pessoas já fizeram uma reserva, de acordo com os representantes da Virgin Galactic.

Fonte:  Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.