Mais satélites Starlink são lançados; saiba qual é a velocidade da conexão!

Mais satélites Starlink são lançados; saiba qual é a velocidade da conexão!

Por Patrícia Gnipper | 18 de Agosto de 2020 às 12h15
SpaceX

Uma semana depois de lançar mais 57 satélites Starlink, a SpaceX acaba de fazer um novo lançamento, desta vez com outras 58 unidades. Os dois satélites restantes da carga, que acomoda até 60, foram unidades SkySats da Planet Labs, que são satélites de observação da Terra — a empresa de Elon Musk oferece o programa SmallSat Rideshare para que outras empresas "peguem carona" em seus lançamentos à órbita do planeta.

Assim, agora o projeto Starlink conta com 655 satélites, rumo a uma constelação inicial de 12 mil que será ampliada para 30 mil, sendo que a empresa ainda busca aprovação para elevar esse número a 42 mil unidades. A ideia é que o projeto seja capaz de oferecer internet banda larga de alta velocidade e baixa latência a todo o planeta, incluindo regiões remotas e isoladas — algo que já está sendo testado em fase beta em algumas localizações dos Estados Unidos e do Canadá.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

E qual é a velocidade e a latência da internet Starlink?

Usuários do Reddit já começaram a compartilhar o que podemos chamar de primeiras impressões da conexão Starlink, reunindo resultados de testes anônimos feitos por beta testers. Em suma, eles vêm observando velocidades de download variando entre 11 Mbps a 60 Mbps, de acordo com medições realizadas com a ferramenta speedtest.net, da Ookla. Para upload, os testes iniciais mostram velocidades de 5 Mbps a 18 Mbps. Quanto à latência, os mesmos testes mostram taxas de ping variando entre 20 ms e 94 ms.

O usuário Snnackss postou essa imagem no Reddit mostrando o resultado de testes da fase beta inicial do Starlink (Imagem: Reprodução/Reddit/ArsTechnica)

Vale ressaltar que o serviço está sendo oferecido em fase beta, de testes, a um pequeno número de usuários, sendo que a constelação inicial operacional de fato ainda não está finalizada. Portanto, é cedo para determinar se esses serão mesmo os padrões de velocidade e latência da conexão Starlink. Períodos beta de serviços do tipo são necessários justamente para que a comunidade de usuários faça tais testes e envie seus feedbacks à empresa, para que ela melhore seu serviço e, assim, cumpra o prometido: internet de alta velocidade e baixa latência a toda e extensão do planeta, incluindo regiões isoladas ou com impossibilidade de aprimorarem suas infraestruturas atuais.

À FCC (Federal Communications Commission, órgão que regula as telecomunicações nos EUA), a SpaceX disse que a conexão Starlink atingirá, ainda, velocidades de até 1 Gbps por usuário, enquanto a expectativa para a latência é que ela fique abaixo dos 20 ms.

*Com informações de ArsTechnica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.