Publicidade

Starliner | Astronautas fazem tour em vídeo pela nave da Boeing

Por| Editado por Luciana Zaramela | 10 de Junho de 2024 às 10h24

Link copiado!

Bob Hines/NASA
Bob Hines/NASA

Já se perguntou como é o interior da nave espacial Starliner, da Boeing? Uma forma de descobrir é conferindo o vídeo da espaçonave publicado no sábado (8), em que os astronautas da NASA Barry “Butch” Wilmore e Sunita “Suni” Williams te levam para um passeio na cápsula que os transportou à Estação Espacial Internacional (ISS). 

Eles chegaram ao laboratório orbital na quinta (6). Só que, como o sistema da espaçonave não tem suporte para transmissões ao vivo, eles precisaram esperar a acoplagem à ISS para usar os microfones e câmeras disponíveis por lá. 

A sequência começa com Butch filmando Suni, que mostra brevemente a entrada de alguns módulos laboratoriais na ISS. “Vamos entrar na Starliner, onde aconteceu um pouco de ação no outro dia”, acrescentou ela. Depois, Sunita e Butch revezam o controle da câmera para mostrar o interior da nave e os controles dela.

Continua após a publicidade

Confira o vídeo:

Ao longo da sequência, eles mostram onde estão bolsas com suprimentos de emergência, máscara de oxigênio e outros itens. “Na verdade, é bem espaçoso para a Suni e eu", observou Wilmore. 

“Estamos muito felizes de estar na Estação Espacial Internacional com nossos parceiros internacionais. É realmente incrível mostrar nossa nova nave espacial Starliner, e mostra que podemos trazer pessoas aqui pra cima, e que esperamos rotacionar mais e mais pessoas à estação”, comentou Suni. “É um evento espetacular ter humanos orbitando o planeta, e agora temos vários jeitos de trazer pessoas para cá”, finalizou. 

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A dupla deve passar oito dias na ISS. Se tudo correr bem na missão CFT (sigla de “Crew Flight Test”, ou “voo espacial tripulado”, em tradução literal), a Starliner vai receber a certificação para realizar missões espaciais de longa duração no laboratório orbital